•  PESQUISAR: Na Web  No Blog 

  • PUBLICIDADE

    quinta-feira, 17 de abril de 2014

    Ministro do TCU que fez ‘carreira’ sob o manto de José Sarney e acusado de ‘rejuvenescer’ dois anos para garantir a permanência no TCU, estaria sendo usado por Roseana Sarney para pressionar prefeitos do Maranhão a candidatura de Flávio Dino.


    Deu no Blog Marrapá.


    Prefeitos denunciam que Roseana usa nome de ministro do TCU para pressionar apoio a pré-candidato do grupo Sarney

    Prefeitos do interior do estado relatam que a governadora Roseana Sarney (PMDB) tem disparado ligações exigindo apoio ao pré-candidato do grupo Sarney a governador.
    Os gestores ouvidos pelo blog afirmam que Roseana Sarney ameaça entregar ao TCU todos aqueles que se aproximarem do pré-candidato das oposições a governador, Flávio Dino (PCdoB), usando o nome do ministro Raimundo Carreiro.
    Maranhense, Carreiro fez ‘carreira’ sob a tutela do senador José Sarney (PMDB). No ano passado, ele foi acusado ‘rejuvenescer’ dois anos para garantir a permanência no TCU.
    De acordo com os prefeitos, a governadora ameaça denunciá-los ao TCU, fazendo questão de lembrar que Raimundo Carreiro será o próximo presidente do Tribunal de Contas da União.

    OLHA AI O TRIO DA OLIGARQUIA: Roseana, Lobão e Sarney no aeroporto de Brasília: prefeitos relatam ameaças e chantagem política.

    Com medo de retaliações os prefeitos pediram para não ser citado seus nomes.

    COMO NA MÁFIA, NA OLIGARQUIA O MEMBRO PERMANECE FIEL ATÉ À MORTE, SE NÃO JÁ SABE O QUE LHE ACONTECE ...: Luis Fernando foi obrigado a declarar apoio a Edinho Lobão.

    Ele vai negar, se não...



    Nem dá para acreditar. Enganado, traído, exposto, humilhado, Luis Fernando não pensou duas vezes antes de se render aos royaltes eleitorais de Edinho Trinta. Transferiu-se para a toca do lobo de mala e cuia e, sem medo das feras, ainda promete levar os amigos.

    O ex-secretário de Infraestrutura foi vítima da maior surra política que alguém já recebeu no Maranhão. Fernando Sarney, porque tem diferenças irreconciliáveis com Jorge Murad, ao lado da governadora avalista da candidatura de Luis Fernando, fulminou, desde o começo, a candidatura do ex-secretário. Quem sabe, por ser considerado honesto e competente Luis Fernando jamais mereceu a confiança da cúpula do PMDB no Maranhão.

    Mas com ele fizeram pior do que fizeram com o vice-governador, que pelo menos recebeu ilegalmente o cargo vitalício de Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado. Luis Fernando foi engabelado durante dois anos e durante dois anos o fizeram viver a ilusão de que era o candidato a governador. Nunca foi, na verdade.


    UM NOVO GOVERNO PARA O MARANHÃO ELIMINA NÃO SÓ A OLIGARQUIA SARNEY, MAS TAMBÉM UM BANDO QUE COME PELAS BERADAS NO MARANHÃO.



    Os blogueiros sarno-miranteanos- Deça, Léda, Aragão, Hostílio, Lobato, Caridoso&Filhos, sofrem por antecipação. Eles sabem que vão acabar os super-salários por tráfico de influência ou extorsão.

    O choro das viúvas de Sarney torna-se farto/lamurioso a cada passo de Flávio Dino no rumo dos Leões. Querem certificado de fidelidade política de Dino, usando Sarney como exemplo de coerência?

    "Me compre um bode" é um bordão ultimamente temido, vou evitá-lo. Querer transformar camaleão em "pedra noventa", é metamorfose de viúva sedenta. Fosse uma melancia  passaria fácil.

    Tem aquela da "moça que afirmará para o futuro esposo que era virgem. Na véspera do casamento ela contou que "não era mais nada" para a mãe. A mãe recomendou para a nubente :

    - Coloca um caranguejo.

    A "moça" espantada/temerosa disse :

    - Mãe não vai dá.

    A velha insistiu :

    - Vai dá sim, para casar com teu pai coloque uma melancia.

    Na hora do rala/rola/rôla e coisa/lousa, o noivo estava encontrado dificuldade para penetrar o casco do "cabaço". Ele então resolveu  "comer pelas beiradas". Quando ele meteu, o caranguejo mordeu.

    O  noivo "morto de contente" sacudiu o caranguejo de dentro da vulva para fora, gritando loucamente ;

    - Sai daí cabaço.

    O caranguejo bateu na parede e saiu andando para trás.

    Sarney como exemplo de coerência política é cabaço de caranguejo ou melancia?


    quarta-feira, 16 de abril de 2014

    ERRO DE AVALIAÇÃO: No Maranhão Lula não transfere votos. Pergunte à dona Maria e ao Seu João.

    Aécio Neves e Flávio Dino trocam ideias acerca de uma possível
    aliança com o PSDB do Maranhão.
    Uma possível aliança  Flávio Dino (PC do B) com Aécio  Neves (PSDB) está deixando os cérebros da Oligarquia Sarney tontos.






    Refém do Sarney, que o livrou da cadeia do mensalão, Lula não tem outra
    saída a não ser dizer que apoia Lobão Filho.
    Os oligarcas estão espalhando a ideia de que Lula apoiando Edinho Lobão, este teria os votos dos que votariam em Lula.

    Ledo engano. Depois das descobertas dos esquemas do PT de rapinagem dos cofres da nação com conhecimento e conivência do ex-presidente como demonstrado no escândalo do mensalão, Lula saiu mais sujo do que pau de galinheiro, principalmente agora ao formar par com Dilma, responsável pela ruína da Petrobrás envolta em escândalo de corrupção e desvios de recursos dos brasileiros. 

    E disso ai, Dona Maria e Seu João sabem pelo Jornal Nacional. Lula para eles agora não passa de um aproveitador que concedeu ao Seu João e Dona Maria alguns centavos de benefícios das bolsas tais, enquanto seus asseclas desviavam milhões dos cofres da nação.

    Pensando bem, Flávio Dino quer está longe dessa sujeira toda. 

    terça-feira, 15 de abril de 2014

    ATENÇÃO DEFENSORES DA TELEXFRIA!!: Investigação nos EUA comprova que a Telexfree é pirâmide financeira", e site sai do ar.

    do iG
    Fraude permitiu que grupo obter US$ 1,2 bilhão de investidores; site da empresa saiu do ar
     Vitor Sorano
    Telexfree é uma  pirâmide financeira que arrecadou US$ 1,2 bilhão em todo o mundo, concluiu uma investigação realizada por um órgão do governo de Massachusetts, onde fica a sede da empresa.  Horas após o anúncio, o site da empresa saiu do ar.
    A investigação pede o fim das atividades do negócio no Estado, a devolução dos lucros obtidos e o ressarcimento das perdas causadas aos investidores, chamados de divulgadores.
    A Telexfree americana, como ficou conhecida entre os associados, havia emergido como alternativa depois que o negócio foi bloqueado no Brasil também sob a acusação de ser uma pirâmide. 
    "Apresentada como uma mudança de paradigma nas telecomunicações e em anúncios, a Telexfree é meramente uma pirâmide e um esquema Ponzi [um tipo de pirâmide financeira] que tem como alvo a trabalhadora comunidade brasileiro-americana", informa a reclamação administrativa divulgada nesta terça-feira (15) pela Comissão de Valores Mobiliários da comunidade de Massachusetts, um órgão do governo local.
    O esquema permitiu que o grupo, criado pelo brasileiro Carlos Wanzeler e pelo americano James Matthew Merrill,  arrecadasse mais de US$ 1,2 bilhão em todo o mundo  "muitas vezes ganhos e economias honestas de brasileiro-americanos e outros grupos minoritários."
    Divulgação/Telexfree
    Carlos Costa, um dos diretores da Telexfree, fala ao público em cruzeiro do negócio, em dezembro de 2013

    Do US$ 1,2 bilhão que o grupo faturou de janeiro de 2012 a fevereiro de 2013, apenas US$ 238 milhões — ou cerca de 20% – vieram da venda de pacotes VoIP. Segundo a investigação, o financiamento do esquema Telexfree vem do recrutamento de mais gente para a rede – como num clássico sistema de pirâmide financeira – e não da venda de pacotes de telefonia VoIP, como sempre defenderam seus representantes.

    Ao testemunhar à CVM de Massachusetts,  Merrill, presidente da empresa, admitiu ter pouco conhecimento sobre o sistema VoIP e nunca ter atuado no ramo das telecomunicações.
    Além da fachada do VoIP, a Telexfree buscou captar recursos por meio de um projeto de construção de um Hotel na Barra da Tijuca, no Rio.
    A conclusão da reclamação administrativa é que o grupo montou um esquema ilegal de investimento, com venda irregular de ativos, sob a fachada de marketing multinível – um modelo de varejo legal onde comerciantes autônomos são remunerados por trazerem outros comerciantes para a rede.
    Por isso, o documento solicita que as empresas Telexfree, INC. – sede do negócio – e Telexfree, LLC – criada em 2012 – deixem de atuar em Massachusetts, prestem contas de tudo o que receberam com o esquema fraudulento, devolvam os recursos obtidos irregularmente e ressarça os investidores, e esja multada. 
    As solicitações serão submetidas ao Escritório de Audiências da CVM de Massachusetts, que normalmente aceita os pedidos feitos às reclamações. A análise, entretanto, não tem data para ocorrer. Os documentos também podem subsidiar investigações federais administrativas e judiciais criminais.
    Além de Merril e Costa, foram apontados como pessoas relacionadas ao esquema o americano Steve Labriola e os brasileiros Carlos Roberto Costa  (sócio da Telexfree, LLC. e do braço brasileiro do negócio), Fabio Wanzeler, Lyvia Wanzeler, Sanderley Rodrigues de Vasconcelos – que foi acusado em 2006 por operar uma outra pirâmide financeira – e as empresas Ympactus Comercial (o braço brasileiro da Telexfree), Disk à Vontade e Brazilian Help, todas criadas por Wanzeler.
    O anúncio foi feito apenas dois dias depois de três empresas do grupo Telexfree apresentarem pedidos de recuperação à Justiça americana. As solicitações ainda não foram apreciadas.
    Após a divulgação do resultado das investigações, o site da empresa – pelo qual os divulgadores acessam suas contas – saiu do ar. Segundo um comunicado, a página voltaria estar disponível em 2 horas.
    Ao iG, Sanderley Rodrigues de Vasconcelos afirmou desconhecer a razão pela qual seu nome consta da investigação. 
    "Eu sou um divulgador, não tenho parrticipação acionária nem exerço nenhum tipo de função", afirmou. "Tive uma má experiênica em 2006 e aprendi bastante. Mas, graças a Deus tudo foi resolvido. As pessoas receberam [o que haviam investido]."
    Os responsáveis pela Telexfree ainda não responderam ao pedido de comentário feito pela reportagem. Eles sempre negaram irregularidades. A reportagem não conseguiu contatar Fabio e Lyvia. Dois advogados da Ympactus não quiseram comentar as informações.
    Investigação confirma que cadastros a partir do Brasil continuaram
    Merrill e Wanzeler criaram a Telexfree nos EUA em 2002,  mas o negócio só ganhou corpo após os empresários o trazerem para o Brasil. Aqui, os dois fundaram, em 2010, a Ympactus Comercial, em conjunto com o capixaba Carlos Roberto Costa.
    As atividades começaram no início de 2012 e, cerca de um ano depois, cerca de 1 milhão de pessoas já haviam investido da empresa com a promessa de lucrar na revenda de VoIP e na colocação de anúncios na internet. 
    Em junho de 2013, o negócio foi acusado pelo Ministério Público do Acre (MP-AC) de ser, possivelmente, a maior pirâmide financeira da História do País, e deu início a uma série de investigações contra empresas de marketing multinível com atuação semelhante. As contas da Ympactus e de seus sócios foram congeladas, e a empresa foi proibida de atrair novos investidores
    Mesmo após esse bloqueio, quem mora no Brasil pôde continuar a entrar para o esquema,como o iG revelou, por meio do que ficou conhecido como "Telexfree americana".  A possibilidade foi confirmada pela investigação da CVM americana divulgada nesta terça-feira (15).
    "De acordo com as informações e com o que acreditamos, a Telexfree permite a participantes no Brazil a continuar a investir dinheiro e sacar dinheiro de suas contas na Telexfree fazendo registro como participantes dos Estados Unidos", escreveram os investigadores.
    Carlos Costa, diretor da Ympactus, chegou a propor à Justiça que os divulgadores do País pudessem ser transferidos para a Telexfree americana, o que não foi aceito.
    Sócios pagaram até restaurante com dinheiro dos investidores
    Segundo a investigação, os responsáveis pelo negócio têm usado o dinheiro dos investidores para pagar despesas pessoais, inclusive contas de restaurantes.
    Dados bancários apontam que em dezembro de 2013, Carlos Wanzeler recebeu US$ 7 milhões da Telexfree, e transferiu US$ 3 milhões para Carlos Costa. Na mesma época, outros US$ 12 milhões foram transferidos para diversas agências de investimento e US$ 1,7 milhão, para o clube carioca Botafogo, que passou a ser patrocinado pela Telexfree.
    Este blog fez várias denúncias:

  • telexfree para otário e inglês ver. - Edgar Ribeiro - Blogger

    blogdoedgarribeiro.blogspot.com/.../telexfree-para-otario-e-ingles-ver.ht...
    27/01/2014 - Após a TelexFree se ver forçada a trocar sua logomarca (que tratava-se de um plágio descarado da BWF World Championships), ela ...
    Você marcou isto com +1
  • EDGAR RIBEIROTELEXFREE PRATICA PIRÂMIDE ...

    blogdoedgarribeiro.blogspot.com/.../telexfree-pratica-piramide-financeir...
    28/06/2013 - Segundo ele, a Telexfree vende pacotes de telefonia VoIP, que conta com a indicação de consumidores que são remunerados à exata medida ...
    Você marcou isto com +1
  • EDGAR RIBEIRO: MAIS UM ESQUEMA CHAMADO ...

    blogdoedgarribeiro.blogspot.com/.../mais-um-esquema-chamado-telexfr...
    11/03/2013 - MAIS UM ESQUEMA CHAMADO TELEXFREE: Policial militar de São Paulo perde R$ 32 mil que investiu para ser divulgador da Telexfree.
    Você marcou isto com +1
  • EDGAR RIBEIROTELEXFREE é um esquema de pirâmide ...

    blogdoedgarribeiro.blogspot.com/.../telexfree-e-um-esquema-de-piramid...
    14/03/2013 - O Ministério da Fazenda informa que O negócio Telexfree, de venda de pacotes de telefonia pela internet (VoIP, na sigla em inglês), não é ...
    Você marcou isto com +1
  • EDGAR RIBEIRO: DIVULGADORES DA TELEXFREE ...

    blogdoedgarribeiro.blogspot.com/.../divulgadores-da-telexfree-comecam...
    25/07/2013 - Telexfree foi condenada em 1ª instância a pagar R$ 101.574 investidos pelo divulgador Samir Badra Dib, de Rondonópolis (MT). O dinheiro ...
  • EDGAR RIBEIRO: A SEITA UNIVERSAL REAGE À ...

    blogdoedgarribeiro.blogspot.com/.../a-seita-universal-reaje-concorrencia...
    28/08/2013 - Telexfree, assim como a Amway – que fez muito sucesso no Brasil e foi acusada também de promover “lavagem cerebral” -, entre outras ...
    Você marcou isto com +1
  • MEMBRO FORTE DA OLIGARQUIA SARNEY E CONHECIDO POR PRÁTICAS DE IRREGULARIDADES É NOVAMENTE PROCESSADO PELO MINISTÉRIO PÚBLICO.

    Investigações feitas pelo MP nas ações que requeriam quimioterapias, radioterapias e fornecimento de medicamentos, sr. Ricardo Murad, como secretário de saúde do Estado fez pouco caso da situação.

    Dos 10 casos investigados, metade não tiveram solução e a outra metade não foi cumprida espontaneamente. 20% das pessoas que não foram atendidas morreram por falta de atendimento por parte da secretaria comandada por Ricardo Murad. Uma outra pessoa que não fosse da laia dos Sarney já estaria encaminhada para o centro de triagem do Presídio de Pedrinhas.

    RICARDO MURAD É UM VELHO CONHECIDO DO MINISTÉRIO PÚBLICO POR PRÁTICA DE IRREGULARIDADES E DESVIO DE RECURSOS PÚBLICOS. VEJA AQUI.

    A ação foi instaurada porque o secretário de saúde está deixando de cumprir ordens de seu ofício”, afirma o promotor responsável pelo caso, Eduardo Lopes, que acrescentou ainda: “Isso se fez necessário para que sejam cumpridas as ordens judiciais sob pena de perda de cargo, já que quem está hoje na secretaria não está cumprindo”.

    A ação civil pública de improbidade administrativa pede cautelar de afastamento do secretário estadual de Saúde do Maranhão, Ricardo Murad – e hoje também titular da segurança. A medida foi tomada após vários casos de descumprimento das ordens expedidas pelo Juízo da Fazenda Pública de Imperatriz, o que demonstrou a omissão ímproba do secretário.

    VEJA O HORROR: Interessada apenas no enriquecimento ilícito, Oligarquia Sarney deixou o Maranhão virar um Estado de barbárie.



    domingo, 13 de abril de 2014

    FLÁVIO DINO TOMA DE ROSEANA SARNEY O PT DO MA. ELA FICA SÓ COM A SIGLA E FLÁVIO FICA COM A MILITÂNCIA.

    Mas, Petistas anti-Sarney mostram força, reúnem militantes de todo o Maranhão e reforçam pré-candidatura de Flávio Dino




    Ouça o discurso de Flávio Dino 

    “Chegou o momento de refundação da história do Maranhão, em que deixaremos para trás o reino das oligarquias e do coronelismo. Vamos mostrar ao Brasil que um novo Maranhão é possível. Vamos à luta! Vamos à vitória”, disse o ex-presidente da Embratur e pré-candidato ao governo, Flávio Dino, a dezenas de lideranças e militantes do PT anti-Sarney, na manhã deste domingo(13), durante encontro na sede do Boi Pirilampo, na Cohab. 

    O objetivo do encontro foi mostrar a Dino que a maioria das lideranças do PT não concorda com a aliança com o grupo Sarney e que mais de 80% da militância do partido vai trabalhar para garantir a vitória do comunista para o governo, e de Dilma para a presidência.

    Flávio Dino fez questão de ressaltar a importância da ampla aliança que está sendo formada com diversos partidos. “A aliança tem um programa que visar fazer um governo humano e honesto. Eles estão em crise e vão nos atacar todos os dias. Mas, estamos vendo uma grande união popular indestrutível, invencível, que vai derrotar o último coronelismo existente no Brasil, liderado pelo senador Sarney”, acrescentou. 

    Dino conclamou a militância petista a permanecer unida em torno de um projeto de esquerda para o Maranhão representado pelas lideranças de oposição. “Faço um convite ousado: vamos trazer o PT de volta para o nosso campo ainda em 2014,” disse o pré-candidato durante a plenária.

    A reunião de presidentes de diretórios municiais, vereadores, membros do diretório estadual e militantes históricos do PT retratou a união de forças dentro do PT para que o partido “volte a beber da fonte em que surgiu”, que são as lutas de esquerda, de acordo com Eri, representante do PT de Pinheiro.

    Um dos grandes símbolos dessa guinada em favor da aliança com a oposição ao grupo Sarney foi a presença do líder camponês Manoel da Conceição, que foi eleito presidente de honra da mesa de trabalho. Manoel pediu a todos os militantes que, para honrar a história de luta contra ditadura e em nome dos trabalhadores, todos os militantes petistas se empenhem na pré-candidatura de Flávio Dino.

    O compromisso foi registrado em carta assinada pela militância petista, afirmando que a possível candidatura de Flávio Dino tem como ponto central “a defesa da vida e da cidadania”. Na carta, os petistas defendem uma grande aliança de todos os partidos e movimentos sociais que “criar novas condições para o exercício da cidadania, dos Direitos, em nosso Estado”. O primeiro a assinar o documento foi Manoel da Conceição.

    Nomes de peso do partido estiveram presentes no evento e assinaram a carta que foi lida pelo professor Francisco Gonçalves e entregue a Flávio Dino pouco antes do encerramento dos trabalhos. Membro da Executiva Nacional do PT, Márcio Jardim defendeu que o partido apoie Dilma Rousseff e Flávio Dino.

    Além de militantes petistas, líderes de movimentos sociais compareceram e defenderam a pré-candidatura do PCdoB. Ivaldo, ex-presidente da Central Única dos Trabalhadores no Maranhão, afirmou que a entidade se reunirá em plenária para definir a estratégia eleitoral para 2014, mas a tese que ele defenderá será de apoio à candidatura de esquerda representada por Flávio Dino.
    Joaquim, dirigente da Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura do Estado do Maranhão (Fetaema), também declarou apoio ao pré-candidato. “A eleição de Dino seria a melhor para os trabalhadores. É a candidatura dos movimentos sociais, que representa às nossas bandeiras,” disse.
    Carta-proposta entregue a Flávio Dino
    O evento foi prestigiado por lideranças de outros partidos, como PDT, PSB, SDD e PTC. Presidente estadual do PDT no Maranhão, Julião Amin afirmou que o PDT sempre marchou ao lado das lutas democráticas e, no atual cenário, o partido tem convicção de que Flávio Dino representa o avanço no caminho pela Democracia no estado.

    Os deputados Bira do Pindaré e Domingos Dutra, que deixaram o PT após as intervenções pela aliança com a oligarquia maranhense, foram ao evento para reforçar a luta pelo retorno da sigla ao campo das lutas sociais. “O PT tem compromisso histórico com a classe trabalhadora. Aqui no Maranhão não pode ser diferente. Essa aliança esdrúxula com o grupo Sarney deve acabar,” defendeu.

    PT com Dilma e Flávio

    A pré-candidatura de Flávio Dino tem recebido apoio de diversos partidos no Maranhão. O PT ainda não definiu oficialmente sua posição nas eleições de 2014. 

    O ato dos petistas maranhenses em apoio às pré-candidaturas de Flávio Dino e da presidenta Dilma Rousseff marcou o final de semana dos acontecimentos políticos na capital, São Luís, e reuniu diretórios de todo o estado.

    OUTRAS POSTAGENS ABAIXO

    Postagens populares