Compatilhar

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

CERCO AO DESVIO DE RECURSOS PÚBLICOS: Ministério da Saúde cria Sistema de Monitoramento de Obras.



O Sistema de Monitoramento de Obras foi desenvolvido pelo Ministério da Saúde , com o intuito de monitorar todas as obras de engenharia e infra- estrutura de Unidades Básicas de Saúde, Unidades de Pronto Atendimento e Academias da Saúde financiadas com recurso Federal, tornando- se uma ferramenta para o gerenciamento de todas as fases da obra.

O Sistema possibilita comparativos do planejado e do executado de cada obra, assim como suas fases e etapas, podendo o gestor comparar o cronograma pré- definido da obra, realizado por profissional especializado, com o andamento real, oferecendo uma visão financeira e executiva de toda a obra. Todo o histórico da obra juntamente com as imagens fotográficas poderá ser visualizado na série histórica que estará disponível no sistema.

O Sistema de Monitoramento de Obras permite que o gestor seja sinalizado através de alertas quando alguma etapa da obra estiver em caminho crítico ou em atraso, facilitando assim a alimentação do sistema e melhorando a qualidade da informação.

O Ministério da Saúde através do Sistema de Monitoramento de Obras visa contribuir para estruturação e o fortalecimento do SUS e para a continuidade da mudança do modelo de atenção à saúde no País, propondo que a melhoria da estrutura física dos estabelecimentos de saúde seja facilitador para a mudança das práticas.

CONHEÇA O SISTEMA PASSO A PASSO (AQUI).

LEGISLAÇÃO

















PUBLICAÇÕES













Um comentário:

  1. Irmã Sônia7.1.13

    É bom que o senhor Josemar, o prefeito professor leia isso muito bem para saber escolher bem o seu secretariado, pois a toda poderosa Secretaria de Saúde Vianense, função que ela já desempenhava na prática, muito antes da exoneração da ex-titular, Nadir Morais foi escolhida por Josemar para ser sua auxiliar na area da saúde. Quando foi efetivada no final do ano passado, a nova secretária se comportou igual “macaco em loja de louças” e estrumbicou o que já estava bagunçado com muito mais intensidade: encomendou bebida alcoólica com timbrado da secretaria; perdeu o convênio federal “Saúde em Casa”; patrocinou a ida de torcedores para São Luís, em ônibus fretado para assistirem jogos do Esporte Clube Viana e, para piorar, ficou devendo dezenas de representantes de laboratórios que fornecem remédios para o hospital do município. Esculhambou tanto que o “chefe-maior” teve que fazer uma intervenção branca para tentar amenizar a crise que se instalou no setor de saúde vianense. Se a pasta passar por uma auditoria da CGU (Controladoria Geral da União), o avião “morcego negro” da Polícia Federal vai ser pequeno para transportar tanta gente envolvida. Nadir Morais secretaria de saúde.

    ResponderExcluir