Compatilhar

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

AOS SRS. SENADORES, URGENTE! Renan desviou pelo menos R$ 44,8 mil do Senado e apresentou notas frias e documentos falsos.


BRASÍLIA - Excelentíssimos senadores eleitos pelo povo brasileiro, parem e pensem bem antes de despejar na presidência do Senado Federal um político que acaba de ser denunciado ao Supremo Tribunal Federal pela Procuradoria Geral da República por peculato, falsidade ideológica e desvio de dinheiro não apenas público, mas... do próprio Senado.

Segundo a denúncia, que chegou no último dia 24 ao Supremo e à qual o repórter Diego Escosteguy teve acesso, Renan desviou pelo menos R$ 44,8 mil do Senado e apresentou notas frias e documentos falsos para justificar a pensão que um lobista fazia para sua ex-amante, com quem tinha um filho.

Mesmo que Renan seja um santo e acabe absolvido, há uma incompatibilidade flagrante entre ser presidente do Senado e ser denunciado ao Supremo. A opinião pública não aceita isso, até porque está exausta de mensalão, das votações que não são feitas, dos condenados pelo Supremo com mandato de deputado federal...

Se o próprio Renan não tem juízo suficiente para desistir dessa loucura - ou afronta? -, que os demais 80 senadores reflitam muito bem sobre o desastre que está para acontecer. Um dia, a casa cai.

Faltam apenas alguns minutos, mas nunca é tarde para gazeta coisa certa. O preço disso tudo será muito alto. Aliás, já está sendo.

Fonte: 

eliane cantanhêde

Nenhum comentário:

Postar um comentário