quinta-feira, 9 de maio de 2013

É ASSIM QUE A VALE TEM ALTOS LUCROS: Maquinistas são obrigados a usar a cabine da locomotiva como banheiro.

Cagam em jornais e mijam em copos ou pela janela da locomotiva em movimento.


Isso ocorre, porque os maquinistas não podem passar um minuto sem ativar itens na cabine. Se não o fizerem, um alerta automático é acionado e o trem para em 25 segundos --mecanismo usado para certificar a atenção do condutor.

Ex-trabalhadores relataram que urinavam em copos ou até pela janela da cabine, mesmo local onde faziam suas refeições. Usavam sacos e jornais para defecar.

No Maranhão, cerca de 300 maquinistas vivem essa situação humilhante.

COM A MORTE DOS SINDICATOS DE FERROVIÁRIOS, QUE SE TORNARAM CONIVENTES COM A VALE, A SITUAÇÃO TENDE A PIORAR.

As equipes dos trens contavam com dois auxiliares do maquinista, mas seus postos foram extintos há mais de dez anos. Com isso, maquinistas passaram a conduzir os trens sozinhos.

Fonte do texto: Folha de São Paulo
Postar um comentário

OUTRAS POSTAGENS ABAIXO