sábado, 31 de agosto de 2013

RESENHA DA SEMANA – Edição 01/13.

A partir de hoje o Blog Edgar Ribeiro inova na sua linha editorial fazendo resumo das notícias da semana divulgadas neste ou outros blogs para deixar os leitores atualizados.

RESENHA:


VEREADOR IRRITA-SE COM POSTAGEM E PARTE PARA AGRESSÃO.

A grandeza e a credibilidade deste blog abarca qualquer ataque de quem não tem vida pautada na honestidade, no decoro e na ética ou esteja junto de gente pouco confiável.
 (REVEJA).
VAQUINHA AMEAÇA CRESCIMENTO DE PAÇO DO LUMIAR.

Contamos a história de uma vaquinha leiteira que atrapalhava o crescimento de uma cidade como Paço do Lumiar.

O prefeito matou a vaquinha para trabalhar pelo crescimento, mas um grupo de vereadores se associaram para a volta da mesma prática de antes (a volta da vaquinha). (RELEIA).
DEPOIS DA PRESSÃO, A RECOMPENSA.

Segundo O blog da raposa, a pressão dos vereadores de Paço do Lumiar de junto ao prefeito Josemar trouxe-lhes recompensas.
O prefeito nega. (CONFIRA).

A OI ENGANA A POPULAÇÃO E LESA CONSUMIDORES.

Para vender planos de internet móvel, a OI vem enganando a população (CONFIRA). Confira a velocidade de sua internet AQUI ou AQUI.
FINALMENTE O STF CRIOU JUÍZO: Decide que denúncia anônima pode legitimar investigações. (Releia)
GOVERNOS E AUTORIDADES ASSASSINAS NO BRASIL. Eles se lixam para caos na saúde pública que ceifam vidas dia a dia, hora a hora, minuto a minuto (AQUI).
A SEITA UNIVERSAL REAGE À CONCORRÊNCIA DA TELEXFREE.

QUEM FALA! Logo Edir Macedo e sua Universal, acusada de vários crimes de 171 no Brasil (AQUI).
Deputado-Presidiário, como deveria ser a maioria da Câmara Federal é beneficiado com a manutenção de seu mandato e dão uma banana para o STF (VEJA).
COISAS DO GOVERNO DILMA.
"Se vierem para cima de mim, tenho elementos de sobra para me defender e para acusar" AQUI.
COMO CALCULAR O CRESCIMENTO DA ECONOMIA.
ENTENDA O PIB (CONFIRA).
EXECUTIVA ESTADUAL DO PHS EXTINGUE COMISSÃO DE PAÇO DO LUMIAR PARA FORTALECER O PARTIDO NO MUNICÍPIO.  (Releia)



EXECUTIVA ESTADUAL DO PHS EXTINGUE COMISSÃO DE PAÇO DO LUMIAR PARA FORTALECER O PARTIDO NO MUNICÍPIO.

Ao assumir a direção do PHS no Estado do Maranhão em julho, o Deputado Carlinhos Florêncio prometeu:

Deputado estadual Carlinhos Florêncio
“Vamos trabalhar arduamente para organizar e fortalecer o PHS em todos os municípios do Estado do Maranhão”.

E cumpriu. Começou a organização por Paço do Lumiar extinguindo a Comissão, cujo presidente era o Vereador Marcelo Portela, conforme informação dada ao blog.



Começou por Paço do Lumiar, onde o PHS estava abandonado desde dezembro 2012. Inês é morta (modo de dizer). Raimundo Filho e Marcelo Portela perderam o partido e espaço político. 

A escolha de Carlinhos Florêncio para presidir o PHS teve elogio do Presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão:

“Cumprimento principalmente a Direção Nacional por ter escolhido Vossa Excelência, que é um deputado de conduta ilibada e é merecedor do comando do PHS em nosso Estado. Desejo-lhe sucesso e tenho certeza de que esse é o sentimento de todos os colegas desta Casa”, disse Arnaldo Melo.

A Direção Nacional do PHS tirou Raimundo Filho e deu a Carlinhos Florêncio a missão de reestruturar a legenda e prepara-la para as eleições 2014.

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

COMO CALCULAR O CRESCIMENTO DA ECONOMIA.


ENTENDA O PIB

Conheça como funcionam os métodos para mensurar a atividade econômica do Brasil.


O QUE É?

É uma medida do valor dos bens e serviços que o país produz num período de tempo: na agropecuária, indústria e serviços.

Objetivo

Medir a atividade econômica e o nível de riqueza de uma região. Quanto mais se produz, mais se está consumindo, investindo e vendendo

Por pessoa/per capita

O Produto Interno Bruto per capita (ou por pessoa) mede quanto, do total produzido, 'cabe' a cada brasileiro se todos tivessem partes iguais

Restrições

O PIB per capita não é um dado 'definitivo'. Porém, um país com maior PIB per capita tende a ter maior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH)



O QUE ENTRA NA CONTA?

Entram

Bens e produtos finais

Aqueles vendidos ao consumidor final, do pão ao carro

Serviços

Prestados e remunerados, do banco à doméstica

Investimentos

Os gastos que as empresas fazem para aumentar a produção no futuro

Gastos do governo

Tudo que for gasto para atender a população, do salário dos professores à compra de armas para o Exército.

Não entram

Bens intermediários

Aqueles usados para produzir outros bens

Serviços não remunerados

O trabalho da dona de casa, por exemplo

Bens já existentes

A venda de uma casa já construída ou de um carro usado, por exemplo

As atividades informais e ilegais

Como o trabalhador sem carteira assinada e o tráfico de drogas
  



COMO É CALCULADO?




DE ONDE VÊM OS DADOS?




O QUE A POPULAÇÃO ENTENDE POR PIB?




'PIB ALTO', O QUE SIGNIFICA?




O QUE PREJUDICA O CRESCIMENTO?




Texto: Laura Naime, Anay Cury, Gabriela Gasparin, Simone Cunha e Fabíola Glenia
Edição: André Schröder e Gustavo Miller (Conteúdo); Leo Aragão (Infografia); Alexandre Nascimento (Vídeo)
Infografia: Daniel Roda, Dalton Soares e Elvis Martuchelli
Desenvolvedor: Thiago Bittencourt

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

COISAS DO GOVERNO DILMA: "a gente sabe que é um faz de conta, eles fingem que estão negociando [a saída do senador da embaixada] e a gente finge que acredita.'

Afastado de suas funções por tempo indeterminado por ter conduzido a operação que trouxe ao Brasil o senador boliviano Roger Pinto Molina, o diplomata Eduardo Saboia, 45, disse ontem (26) à Folha que assumiu o risco de sua decisão e fez uma ameaça à chancelaria brasileira.

"Se vierem para cima de mim, tenho elementos de sobra para me defender e para acusar", afirmou. "Tenho os e-mails das pessoas, dizendo olha, a gente sabe que é um faz de conta, eles fingem que estão negociando [a saída do senador da embaixada] e a gente finge que acredita.'



O Itamaraty preferiu não comentar as declarações.

Católico praticante, ele chorou ao dizer que "ouviu a voz de Deus" para tirar Molina da embaixada.

Saboia contou detalhes da tensa viagem de La Paz até a fronteira com o Brasil, na qual Molina vomitou e todos começaram a rezar quando a gasolina do carro estava quase acabando.

O diplomata conversou com a reportagem em três ocasiões diferentes, todas antes do anúncio da saída de Patriota --após a queda, Saboia não foi localizado. Leia abaixo os principais trechos da entrevista:

A decisão
Eu vinha avisando [o Itamaraty] que a situação estava em franca deterioração, e a gente tinha que pensar em contingências, como levá-lo para a residência [oficial da embaixada], para uma clínica na Bolívia, para o Brasil. Vim a Brasília duas vezes para dizer: "A situação está ruim, estou sob pressão." Mandei uns 600 telegramas, falei que era insustentável. Não sou médico nem psiquiatra, mas, diante de uma situação limite, tomei essa decisão. O médico boliviano atestou dias antes que ele estava num estágio perigoso de depressão. Ele [o senador] estava com um papo de suicídio. Aí podem dizer: "Ah, é uma manipulação". Pode ser, mas é preciso correr esse risco?

Não me arrependo e aceito as consequências. Ouvi a voz de Deus. Estou amparado pela Constituição e pelos tratados internacionais assinados pelo Brasil. Fiz uma opção por um perseguido político, como a presidente Dilma fez em sua história.
Alan Marques/ Folhapress
Diplomata Eduardo Saboia chora ao falar que 'ouviu a voz de Deus
Diplomata Eduardo Saboia chora ao falar que 'ouviu a voz de Deus'
'Faz de conta'
Eu perguntava da comissão [bilateral, para resolver a questão do senador], e as pessoas me diziam: "Olha, aqui [no Brasil] é empurrar com a barriga." Ninguém me disse isso por telegrama, porque não são bobos. Mas tenho os e-mails das pessoas, dizendo "olha, a gente sabe que é um faz de conta, eles fingem que estão negociando e a gente finge que acredita". A comissão não tinha prazo para terminar, era um faz de conta.

Ameaça
O Itamaraty quer saber o que aconteceu. Vou prestar os esclarecimentos, e espero que haja sensatez. Se vierem para cima, tenho elementos de sobra para me defender e para acusar: a questão da omissão... Se a gente entrar numa questão legal, vai ser uma lavação de roupa suja que todo mundo vai sair prejudicado. Se quiserem me crucificar, vai ser uma burrice. Não sou da oposição, votei na Dilma. Mas não podia me omitir. E foi resolvido um problema político. A situação envenenava as relações [Brasil-Bolívia], impedia uma viagem da presidente. Tiramos o bode da sala. Mas, se você me perguntar, "fez bem para minha carreira?", vou dizer: "Não".

Na embaixada
Você imagina ir todo dia para o seu trabalho e ter uma pessoa trancada num quartinho do lado, que não sai? E você é quem a impede de receber visitas. Aí vem o advogado e diz que, se ele se matar, você será o responsável. O senador estava havia 452 dias sem tomar sol, sem receber visitas. Eu me sentia como se fosse o carcereiro dele, como se eu estivesse no DOI-Codi [centro de repressão do Exército durante a ditadura]. O asilado típico fica na residência [do embaixador], mas ele estava confinado numa sala de telex, vigiado 24 horas por fuzileiros navais.

Viagem tensa
Não teve pirotecnia, carteirada' ou suborno. Cruzamos a fronteira às claras. Fomos parados várias vezes, porque a Bolívia tem controles de pedágio e antinarcóticos. Teve uma hora que eles olharam dentro do carro com lanterna e tudo, mas nem pediram documento dele. Foram 22 horas, 1.600 quilômetros. Pegamos névoa, gelo, frio. Saímos de 4.600 metros [de altitude] até 400 metros. Não paramos para nada, foi tudo direto. Só tinha umas nozes e umas bananas para comer, mais nada. O senador passou mal, vomitou. Fiquei acordado todo o tempo, conversando com meu motorista e me comunicando com o outro pelo rádio para saber se ele estava acordado. Na reta final, fomos ficando sem gasolina e aí começamos a, literalmente, rezar. Eu, católico, e o senador, evangélico. Peguei a Bíblia, abri nos Salmos e li. Foi o milagre da multiplicação da gasolina.

Fonte: Folha (ELIANE CANTANHÊDE, ISABEL FLECK E PATRÍCIA CAMPOS MELLO)

Deputado-Presidiário, como deveria ser a maioria da Câmara Federal é beneficiado com a manutenção de seu mandato e dão uma banana para o STF.

Encarcerado desde o dia 28 de junho em um presídio do Distrito Federal após ser condenado pelo Supremo Tribunal Federal, Natan Donadon (ex-PMDB-RO) não teve o seu mandato de deputado federal cassado na noite desta quarta-feira (28).

O resultado representa uma afronta ao STF e um prenúncio da resistência que a Casa deverá ter em cassar o mandato dos quatro deputados condenados no processo do mensalão.

Na votação, que é secreta, o plenário da Câmara registrou apenas 233 votos pela cassação (24 a menos do que o mínimo necessário), contra 131 pela absolvição e 41 abstenções.

A ausência de 108 deputados no dia que tradicionalmente há o maior quórum na Câmara também beneficiou Donadon. Presente no plenário, o deputado reagiu com um grito de "não acredito!"
Sergio Lima/Folhapress
O deputado Natan Donadon no plenário da Caâmara dos Deputados ajoelhado apos a votação que não cassou seu mandato
O deputado Natan Donadon no plenário da Caâmara dos Deputados ajoelhado apos a votação que não cassou seu mandato

Apesar disso, o presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), determinou o afastamento de Donadon, pelo fato de ele estar preso, e a convocação do suplente, o ex-ministro Amir Lando (PMDB-RO), para assumir o mandato.

Até a tarde desta quarta, líderes das bancadas governistas e de oposição apostavam na cassação de Donadon. Os discursos na sessão foram unânimes a favor da perda do mandato.

Condenado a mais de 13 anos de prisão pela mais alta corte do país pelo desvio de R$ 8,4 milhões da Assembleia de Rondônia por meio de contratos de publicidade fraudulentos, Donadon foi expulso do PMDB e estava isolado politicamente.

Apesar disso, vários fatores contribuíram para a reviravolta: insatisfação de deputados com o STF, corporativismo, apoio de da bancada religiosa --Donadon é evangélico-- e de parlamentares da ala governista que não querem que os deputados condenados no processo do mensalão percam seus mandatos.

Os três deputados em exercício condenados no mensalão --João Paulo Cunha (PT-SP), Pedro Henry (PP-MT) e Valdemar Costa Neto (PR-SP)-- não votaram. José Genoino (PT-SP) está licenciado.

Além disso, Donadon compareceu ao plenário da Câmara --mediante autorização judicial e sob escolta policial--, levou a família, cumprimentou colegas e fez um discurso de 40 minutos que, para alguns, lhe rendeu algum apoio.

Primeiro deputado-presidiário desde a volta do país à democracia, em 1985, ele reafirmou ser inocente, reclamou das condições carcerárias, incluindo a comida, e disse que não é "ladrão".

"Não fiz pagamentos ilegais, não desviei um centavo, pelo amor de Deus, façam justiça senhores deputados!", disse o deputado, em tom inflamado. "Não sou ladrão, nunca roubei nada, é uma acusação injusta!". Donadon relatou ter sido algemado com as mãos nas costas no camburão que o conduziu.

Ele entrou no plenário de terno, gravata, broche de identificação dos deputados, e chorou ao abraçar a mulher e os dois filhos. Ele foi cumprimentado por vários colegas, inclusive pelo presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN).

A pena aplicada pelo STF deve deixar o deputado em regime fechado até pelo menos setembro de 2015.

CÁRCERE
Donadon concentrou boa parte de sua fala para relatar aos deputados as condições da cela que ocupa no presídio da Papuda --6 m² com cama, sanitário e chuveiro.

Ele disse que não pode tomar banho hoje porque a água do presídio teria acabado. "Não há chuveiro, é uma torneira de água fria." Segundo disse, teve que recorrer a um balde de água de um vizinho de cela, de apelido "Espigão". Também relatou estar passando por dificuldade financeira, já que a Câmara cortou o seu salário e demais verbas desde que foi preso. "Tenho sofrido muito, até para alugar uma casa está difícil, minha mulher veio aqui pedir pelo amor de Deus", afirmou, em referência ao apartamento funcional que sua família ainda ocupa em Brasília e que deveria ser desocupado caso houvesse a cassação.

Pedro Ladeira/Folhapress
O deputado Natan Donadon mostra marca das algemas para colegas parlamentares no plenário da câmara
O deputado Natan Donadon mostra marca das algemas para colegas parlamentares no plenário da câmara

"Vim algemado de lá [Papuda] para cá, nunca tinha entrado em um camburão na minha vida. Sofri muito, é desumano o que um preso passa", afirmou. Mais tarde, falou em uma roda de deputados: "O camburão é escuuuuro, parece um caixão aquilo lá".

Durante o processo de votação, ele ainda pediu a palavra para transmitir um apelo dos colegas de presídio. Para que as autoridades melhorem a comida da Papuda, classificada por eles como "xepa" (resto de comida). "E eu que tenho síndrome de intestino irritado, associado ao estresse, tenho passado muita dificuldade."

CONDENAÇÃO
Sobre a condenação pelo desvio de R$ 8,4 milhões da Assembleia de Rondônia, ele disse que as acusações são absurdas e estão embasadas em afirmações "repletas de asneiras". Segundo ele, os contratos de publicidade apontados como fantasmas pelo STF foram cumpridos. "Nunca fiz nada ilícito, sempre fui zeloso com o erário público".

Donadon criticou também a imprensa, que segundo ele é sensacionalista e distorce os fatos. "A imprensa diz muita coisa, omite a verdade."

"Sou inocente, acreditem na minha verdade", acrescentou. Não houve aplausos ao final de seu discurso, que foi acompanhada em quase total silêncio pelos deputados.

Antes dele, falou o deputado Sérgio Zveiter (PSD-RJ), que relatou o parecer que pede a sua cassação. "A leitura do acórdão [decisão colegiada] do STF revela que a conduta pela qual o deputado Donadon foi condenado é gravíssima. Os fatos são verdadeiramente estarrecedores e não coadunam com o decoro parlamentar."

Fonte do texto: Folha de São Paulo.

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

A SEITA UNIVERSAL REAGE À CONCORRÊNCIA DA TELEXFREE.

Telexfree é coisa do capeta, diz Igreja Universal.


E tomar dinheiro da população prometendo bençãos de riqueza é coisa de quem?

edir-macedo-universal-telexfree
A Igreja Universal do Reino de Deus divulgou, conhecida seita da prosperidade, que pratica engano de féis com promessas mirabolantes, divulga nota, onde acusa a empresa Telexfree pela prática de “lavagem cerebral“. Também, em sua página oficial no facebook, o dono da Universal, Bispo Edir Macedo declara: “Fujam dessa vigarice: dinheiro fácil vem do inferno”.

EIS A NOTA:
Fujam dessa vigarice: dinheiro fácil vem do inferno.

Universal não apoia participação de membros em negócios que gerem dúvida quanto à sua legalidade.

A Universal vem, por meio desta, informar a todos os seus membros e simpatizantes que é totalmente contra, e em hipótese alguma orienta ou apoia, qualquer participação dos mesmos em negócios que gerem dúvidas quanto à sua legalidade e que sejam suspeitos de crimes, como a prática de pirâmides financeiras, como, por exemplo, a antiga Amway (acusada de formar pirâmide na década de 1990), TelexFree, entre outras.

Entenda o caso

Telexfree, assim como a Amway – que fez muito sucesso no Brasil e foi acusada também de promover “lavagem cerebral” -, entre outras empresas de atuação semelhante, é o nome fantasia de uma empresa norte-americana chamada Ympactus Comercial Ltda. ME. No Brasil, a sede está localizada no estado do Espírito Santo.

QUEM FALA!

Logo Edir Macedo e sua Universal, acusada de vários crimes de 171 no Brasil (CONFIRA).

A reação da Universal à Telexfree tem razão de ser, é que a pratica da telexfree para ganhar dinheiro é parecida com a da Universal, gerando concorrência.

A única diferença é que os fiés da Telexfree parece que tem algum lucro, enquanto os fiés da Universal levam a grana e voltam com copinhos de água benzidas.

GOVERNOS E AUTORIDADES ASSASSINAS NO BRASIL.

O Governo Federal e os Estaduais se lixam para caos na saúde pública que ceifam vidas dia a dia, hora a hora, minuto a minuto.



Isto tudo acontece sob a proteção das autoridades judiciais e legislativas.


Explico:

O Ministério Público simula que está vigiando o cumprimento da Lei.

Juízes em alguns casos de repercussão fingem que estão fazendo justiça;

O Legislativo à base da propina política faz de conta que fiscaliza o Executivo e a coisa continua na mesmo.

Não posso dá outra classificação a essa gente, senão a de criminosos, pois suas omissões e conivências levam milhares à morte.  
É A CONSTITUIÇÃO FEDERAL, COMO FICA?

Para esse gente, a Constituição Federal e os direitos que ela contém, que se danem!

FINALMENTE O STF CRIOU JUÍZO: Decide que denúncia anônima pode legitimar investigações.

Do Notícias STF
Por votação unânime, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) aplicou, nesta terça-feira, jurisprudência da própria Suprema Corte no sentido de admitir a instauração de inquérito policial e a posterior persecução penal fundados em delação anônima, desde que a autoridade policial confirme, em apuração sumária e preliminar, a verossimilhança do crime supostamente cometido. De acordo com essa jurisprudência, uma vez apurados indícios de possível cometimento de delito, pode ser instaurada a persecução penal, agora baseada em fatos que se sustentam independentemente do relato anônimo.
A decisão foi tomada pelo colegiado no julgamento do Habeas Corpus (HC) 106664, relatado pelo ministro Celso de Mello. Nele, O.N.F. e O.S. se insurgiam contra acórdão (decisão colegiada)  do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que negou o trancamento da ação penal contra eles instaurada perante a 2ª Vara Federal Criminal de São Paulo, pelos supostos crimes de formação de quadrilha ou bando (artigo 288 do Código Penal – CP) e contra o sistema financeiro nacional (artigos 16 e 22, caput, da Lei 7.492/86).
Anonimato
No acórdão contestado, o Superior Tribunal de Justiça interpretou o inciso IV, parte final, do artigo 5º da Constituição Federal (CF), que veda o anonimato, no sentido de que a denúncia anônima pode gerar, sim, a formação de processo, desde que os supostos crimes nela narrados sejam confirmados. Ao endossar esse entendimento, também defendido pela Procuradoria Geral da República, o ministro Celso de Mello disse que a autoridade policial agiu com a devida cautela que se impõe em tais casos, para não ferir direitos de terceiros e, ao constatar verossimilhança na denúncia, obteve ordem judicial para monitorar conversas telefônicas que a confirmaram.
Para tanto, conforme assinalou, a Polícia Federal fez um levantamento preliminar, consultando os sites do Banco Central e dados da Receita Federal sobre os denunciados. Com base em suas constatações nessas consultas, pediu ordem judicial para monitorar conversas telefônicas.
A defesa dos empresários objeto da ação penal pedia seu trancamento, alegando ausência de justa causa, uma vez que a ação penal teria sido iniciada por denúncia anônima. O ministro Celso de Mello, entretanto, citou farta jurisprudência da Suprema Corte no sentido de que a denúncia anônima, quando fonte única de uma denúncia, não é suficiente para instaurar ação penal. Mas, uma vez confirmados os fatos denunciados, é como se a denúncia anônima não mais existisse.
FK/AD

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Não caia na propaganda enganosa da OI Internet Móvel. É mentira.


Para vender planos de internet móvel, a OI vem enganando a população. No seu site (CONFIRA), a OI diz:

“Na rede 3G, todos os planos tem até 1Mbps de download e até 128kbps de upload. Na rede 4G, o plano 10GB tem até 5Mbps de download e até 512kbps de upload”.

É MENTIRA NÃO ENTRE NESSA!


VEJA MAIS ESSA MENTIRA DA OI:

“Com os planos Oi Internet Móvel, você se conecta de qualquer lugar, no seu computador ou notebook, usando um minimodem. Você também pode usar seu chip de Internet Móvel para acessar a internet no seu tablete”.

Há vários dias faço testes de velocidade da internet móvel da OI, dá sempre o resultado RUIM!


Confira a velocidade de sua internet AQUI ou AQUI.

A OI É LESA CONSUMIDORES (CONFIRA).

NÃO CAIA NESSA PROPAGANDA ENGANOSA.