segunda-feira, 30 de setembro de 2013

TJMA elegerá presidente, vice-presidente e corregedor-geral na quarta-feira para o biênio dezembro/2013 a dezembro/2015.


O plenário elegerá os ocupantes da mesa diretora por maioria de seus membros efetivos. A eleição se dará por votação secreta, dentre os membros mais antigos, em número correspondente ao dos cargos de direção, para mandato de dois anos, proibida a reeleição.

O Regimento Interno do TJMA estabelece quórum de dois terços dos membros da Corte para a eleição. O parágrafo 3º do artigo 89 do Regimento diz que é obrigatória a aceitação do cargo, salvo recusa manifestada antes da eleição. Nesta situação ou em caso de inelegibilidade, serão chamados a compor a relação os desembargadores mais antigos, em número igual aos dos cargos a serem preenchidos.

ELEIÇÃO - Para cada cargo será feita uma votação e considerado eleito o desembargador que obtiver a maioria absoluta dos votos dos presentes. Se nenhum dos magistrados elegíveis obtiver a maioria absoluta, haverá novo escrutínio entre os dois mais votados. Em caso de empate, será feita mais uma votação e, persistindo o empate, será considerado eleito o mais antigo.

Cada eleição terá cédula própria, na qual serão incluídos, na ordem decrescente de antiguidade, os nomes dos desembargadores que irão concorrer ao cargo.

ANTECIPAÇÃO – Anteriormente, a votação ocorria em sessão extraordinária na primeira sexta-feira após o dia 15 de novembro. Desde a eleição passada houve antecipação da data, de acordo com a Lei Complementar nº. 131/2010, que alterou a redação de várias normas do Código de Divisão e Organização Judiciárias do Maranhão, dentre eles o artigo 21, antecipando a eleição para a primeira quarta do mês de outubro. O artigo 89 do Regimento Interno do TJMA também foi alterado.
Já o artigo 92, que define a terceira sexta de dezembro como data da posse, permaneceu inalterado.


Atualmente, a mesa diretora do Judiciário maranhense é composta pelos desembargadores Guerreiro Júnior (presidente), Maria dos Remédios Buna (vice-presidente) e Cleones Cunha (corregedor-geral da Justiça).

PARA UM SALTO DE QUALIDADE NA GESTÃO DO FUNDEB, PREFEITURA DE PAÇO DO LUMIAR PROPORCIONA A REALIZAÇÃO DE CAPACITAÇÃO TECNICA NA EDUCAÇÃO COM APOIO DA CGU E TCE-MA.

O prefeito Josemar ressaltou a importância da parceria com a Controladoria Geral da União, para o alinhamento das práticas necessárias para que o município execute as políticas públicas para a área da Educação. “Nosso município foi penalizado por uma gestão passada que não cuidou da Educação, por isso nosso compromisso hoje é redobrado com essa questão”.

Por sugestão do SEDUP/PL (Sindicato dos Servidores da Educação Pública de Paço do Lumiar) e Secretaria de educação do Municipio, o evento transcorreu nesta segunda-feira no Auditório do TCE-MA. “Parabéns a toda a Diretoria do Sindicato que tem lutado incansavelmente por transparência nas contas públicas de Paço do Lumiar, e também parabéns a Secretária de Educação por OUVIR e ATENDER A UMA SOLICITAÇÃO DO SINDICATO”, declarou James Souza - Presidente do SEDUP/PL.

O procurador do Ministério Público de Contas aponta
os desafios na gestão dos recursos da Educação
Com o tema: “Um salto de qualidade na gestão do FUNDEB, PNA e PDDE”, 20 prefeituras foram convidadas a acampar a ideia de Paço do Lumiar e treinar seus gestores da educação.

Oficinas técnicas com facilitadores foram disponibilizadas para os gestores municipais.

o Prefeito Josemar, a Secretária de Educação, o Vice Marconi Lopes, Presidente da Câmara Luminense Leonardo Bruno, o Vereador Wellington Sousa e os gestores da educação atentos às explicações do conferencista.

Vereador Leonardo Bruno, Presidente da Câmara
Municipal de Paço do Lumiar.

O Presidente da Câmara de Paço do Lumiar destacou a importância do evento dizendo que uma gestão cuidadosa, a fiscalização responsável do Legislativo e o acompanhamento da mídia, proporciona a aplicação correta e cuidadosa dos recursos públicos.

  

O PREÇO DE UMA TRAIÇÃO II.

Mostramos aqui que a traição nunca triunfa. O traidor é sempre odiado, ainda que a traição agrade a ele e a outras pessoas. É melhor ter um inimigo por perto do que um traidor (CONFIRA).

 

Mais um episódio de traição em Paço do Lumiar contra Edinaldo Moura (1º suplente de vereador) e o próprio prefeito Josemar Sobreiro.

 

A TRAIÇÃO FOI ORQUESTRADA E EXECUTADA PELO DEPUTADO LOURIVAL MENDES (PT do B), VEREADOR ANDRÉ CAMPOS (PT do B) E COCÓIA, PAI DO VEREADOR.

 

Edinaldo Moura deu substancial ajuda na eleição do Deputado Federal Lourival Mendes, conhecido hoje como o autor da Pec da Impunidade (Confira...).

 

Edinaldo e André Costa foram candidatos a vereador nas eleições 2012. O apoio de Lourival Mendes à candidatura de Josemar com compromisso de destinar emendas garantiu uma secretaria para o Partido PT do B.

 

Pois bem, o acerto de Edinaldo Moura com Lourival foi o de que ele ou André Costa assumiria a secretaria, dependendo do Resultado.

 

André Costa foi o eleito e Edinaldo ficou na 1ª suplência. Um dos dois assumiria a Secretaria de Agricultura concedida por Josemar para o PT do B.

 

VEIO O GOLPE E A TRAIÇÃO CONTRA EDINALDO.

 

Cocoia, pai do vereador André Costa associado com Lourival Mendes inventaram um desentendimento político que teria tido com Edinaldo Moura e comunicaram esse suposto desentendimento a Josemar (ERA MENTIRA!) para ficarem com a Secretaria e com a vaga na Câmara Municipal.

 

Durante os acertos políticos Edinaldo foi excluído das conversas com o Prefeito Josemar, sendo indicada para Secretária uma comandada por Cocóia.


A TRAIÇÃO ARTICULADA CONTRA O PREFEITO JOSEMAR E A POPULAÇÃO LUMINENSE.

Mesmo fazendo parte do Governo Josemar, Cocóia e André Costa articularam junto com Marcelo Portela e outros a criação de um grupo para pressionar o prefeito a atender a seus interesses escusos.

Josemar e Marconi Lopes sempre juntos nas questões de Paço do Lumiar.

A estratégia do grupo é passar a imagem de um prefeito sem noção. Para isso fazem publicar em blogues termos chulos que desqualificam a pessoa do prefeito perante a população. Na mesma proporção tentam arranjar uma intriga entre o prefeito e seu vice, pois os dois trabalham juntos tentando reparar os estragos deixados pelas administrações anteriores.  (Confira...)

 

É O QUE RESTOU DO GRUPO ARTICULADO PARA PRESSIONAR O PREFEITO.
Não demorou muito para o próprio prefeito Josemar e Marconi Lopes descobrirem a trama.

 

Descoberta a traição o Deputado Lourival Mendes deu o golpe final aos luminenses, uma emenda de R$ 1.800.000,00 que estava destinada para Paço do Lumiar foi cancelada e destinada a outro município.

 


É esse tipo de gente que está formando grupo na câmara de vereadores para que a atual gestão se comporte como se comportou Bia Venâncio.


A população de Paço do Lumiar certamente estará esperando Lourival Mendes lhes pedir voto. Deve ter ido enganar em outras freguesias.

 

De qualquer forma saberão logo o preço da traição.

domingo, 29 de setembro de 2013

TRANSPARÊNCIA: Por iniciativa e apoio da prefeitura de Paço do Lumiar, a CGU e o TCE-MA realizarão capacitação técnica para gestores da Educação.


A sugestão da reunião técnica foi da Secretária Municipal de Educação de Paço do Lumiar, Ana Paula Pires. Segundo a secretária, "os municípios precisam ser capacitados para aprimorar a gestão dos programas federais".


O prefeito Josemar Sobreiro deu total apoio para a realização do evento. “Administrar com transparência é nossa principal meta. Há resistências de indivíduos que pertenceram às gestões anteriores, mas aos poucos vamos vencendo esse atraso”, declarou o prefeito.


Outras prefeitura foram incluídas na sugestão de Paço do Lumiar. Foram convidadas pela CGU: São Luís, Raposa, São José de Ribamar, Alcântara, Rosário, Morros, Pres. Juscelino, Cachoeira Grande, Axixá, Icatu, Humberto de Campos, Santo Amaro, Barreirinhas, Santa Rita, Anajatuba, Itapecuru-Mirim, Vargem Grande, Nina Rodrigues e Chapadinha.

 

O evento de capacitação será realizado no dia 30 de setembro de 2013, no auditório do TCE-MA, no período de 8h às 12h40.

Veja a programação completa do evento:

8h às 9h-Credenciamento

9h-Abertura solene com as boas-vindas do presidente do TCE, secretário do TCU-MA e chefe da CGU-Regional/MA

9h30- Os desafios na gestão dos recursos da área da Educação.
Facilitador: Jairo Vieira (Procurador do MPC/TCE-MA)
10h30-Intervalo

10h40 às 12h40-Oficinas técnicas
Sala 01-Fundeb
Facilitador: Salvador Jackson (Auditor da CGU)

Sala 02-PNAE/PDDE

Gaspar Lima (Auditor da CGU)


sábado, 28 de setembro de 2013

RESENHA DA SEMANA – Edição 05/2013 - O resumo das notícias da semana.

O DESABAFO DE UMA VIÚVA: TSE se junta à crise ética e moral que se abate sobre instituições do Brasil.


SÓRDIDA ARMAÇÃO: Investigadores dinamarqueses afirmam terem provas de que as torres gémeas foram derrubadas pelos serviços secretos israelitas com a colaboração do FBI para “criar ódio contra os árabes e fomentar as guerras americanas na saga pelo petróleo e a hegemonia Israelita no Médio Oriente”.

Veja o vídeo.

JOSE ROLIM FILHO (Prefeito de Codó), ATALIBA LIMA SANTANA (Secretário Municipal de Finanças), CLAUDIO FERREIRA PAZ (Secretário Municipal de Saúde) E FRANCISCO PINHEIRO DE MOURA (Diretor Administrativo) Deveriam Está Presos Por Desviarem Recursos Destinados À Saúde Dos Codoenses. Leia Mais...


O Ministério da Saúde, através da Auditoria Nº 12798, constatou irregularidades gritantes na Unidade Mista do Maiobão em Paço do Lumiar.  Leia Mais...

O Blog revelou a traição de um ex-prefeito e um vereador em Paço do Lumiar. Leia Mais...


sexta-feira, 27 de setembro de 2013

PAÇO DO LUMIAR: O PREÇO DE UMA TRAIÇÃO I.

A história nos ensina que a traição nunca triunfa. O traidor é sempre odiado, ainda que a traição agrade a ele e a outras pessoas. É melhor ter um inimigo por perto do que um traidor.

A pequena introdução é para mostrar a dupla traição aplicada em dois tempos ao cidadão, líder político e 1º Suplente de vereador Edinaldo Moura (PT do B) na cidade de Paço do Lumiar, Estado do Maranhão.

1º TRAIÇÃO DE RAIMUNDO FILHO E MARCELO PORTELA.

Buscamos no fundo do baú para todos entenderem. Edinaldo Moura tem referência política em Paço do Lumiar. Foi o articulador e peça principal na eleição de Mábenes Fonseca para prefeito daquela cidade.

Em 2008, Edinaldo como Assessor do Governo Jackson Lago, juntamente com Raimundo Filho articularam e formaram da FRENTE DE LIBERTAÇÃO DE PAÇO DO LUMIAR, composta por 9 partidos (PC do B, PT do B, PPS, PSB, PCB, PT, PRTB, PMN e PHS).

Raimundo Filho seria o candidato a prefeito, mas Jackson Lago quis Bia Venâncio como prefeita.
Jackson Lago rejeitou Raimundo Filho

Bia Venâncio e Raimundo Filho
Luís Pedro (Chefe de Gabinete do Governo) articulou para Edinaldo ser o Vice de Bia Venâncio, mas Edinaldo declinou do seu nome e indicou Raimundo Filho para ser o vice de Bia Venâncio, escolhida pelo Governador Jackson Lago. Quem ela viria a trair logo em seguida, apoiando Roseana Sarney.

Depois de eleita, Bia Venâncio tirou a máscara e traiu a todos. Edinaldo permaneceu ao lado de Raimundo Filho e o incentivou a aceitar a vinda de Marcelo Portela para seu grupo, filiando-o no PHS.

Edinaldo Moura, Presidente do PT do B em Paço do Lumiar
Edinaldo, Raimundo Filho e Marcelo Portela passaram a trabalhar um projeto de Raimundo Filho ser candidato a prefeito em 2012 e Edinaldo e Marcelo disputarem a vereança.

A candidatura de Raimundo Filho foi para o brejo devido a força da candidatura de Josemar Sobreiro. Mas, o projeto de eleição dos vereadores continuou.

Edinaldo de logo apontou como favorito a uma vaga. Entrou também na disputa André Costa com seu Pai Cocóia, mandatário da Câmara de vereadores de São Luís. Formaram a coligação PHS, PT do B e PT.

Edinaldo enxergou no combatente Inaldo um potencial candidato para reforçar a chapa e estava certo. Esse líder do Movimento S.O.S surpreendeu a todos na quantidade de votos que obteve, também foi traído.

Raimundo Filho tinha compromisso dar condições de eleger Edinaldo e Marcelo portela, o que viesse a mais seria lucro.

VEIO A TRAIÇÃO.

Raimundo Filho e Marcelo Portela comemoram o golpe.
Raimundo Filho combinado com Marcelo Portela e CIA, deram um golpe em Edinaldo. Foram viabilizadas condições para eleger Marcelo Portela, enquanto Edinaldo foi despachado um dia antes das eleições. Lideranças e eleitores certos de Edinaldo foram cooptados a deixarem o candidato por não ter o que lhes oferecer.

Depois, Raimundo Filho e Marcelo Portela agiram como se nada tivesse acontecido. Só que a casa caiu! Foi descoberta a traição dos dois. O resto o próprio Edinaldo contará a seus aliados e eleitores.

A traição custa caro. Dever os outros e não pagar, custa mais caro ainda!

Aguarde O PREÇO DE UMA TRAIÇÃO II na segunda-feira.

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

PAÇO DO LUMIAR: Unidade Mista do Maiobão, de responsabilidade do Estado aplicou mais de 409 mil dosagens de sódio em um mês e interna diariamente 260 pacientes em 8 leitos durante 24 horas.

Ricardo Murad não justificou.
O Ministério da Saúde, através da Auditoria Nº 12798, constatou irregularidades gritantes na Unidade Mista do Maiobão em Paço do Lumiar.


CONSTATAÇÃO 1 - Nas competências de julho, agosto e setembro do exercício de 2012 foi apresentado um exagerado quantitativo, superior a oito mil procedimentos produzidos e aprovados, correspondente ao código 0301060029 - Atendimento de Urgência c/Observação até 24 horas em Atenção Especializada. Em dividindo essa quantidade por 30 dias encontraria um montante de mais 260 pacientes atendidos diariamente e ocupando um leito em até 24 horas, o que seria impraticável ante a capacidade instalada da unidade que dispõe de um total de oito leitos, sendo cinco para adultos e três leitos infantis, além de improvisação de cinco poltronas, sem alternativa de espaço físico.

RICARDO JORGE MURAD - SECRETÁRIO DE ESTADO DA SAÚDE E ARTHUR JEFFERSON BELCHIOR SILVA - DIRETOR CLÍNICO - Não apresentaram justificativas.


CONSTATAÇÃO 2 - O Laboratório de Investigação e Diagnóstico apresentou e foi aprovado um elevado quantitativo de dosagens de sódio, código 0202010635, desproporcional a sua capacidade operacional. Conforme consta na Síntese de Produção da Unidade Mista do Maiobão referente à competência de setembro de 2012, foi apresentada pelo Laboratório de Investigação e Diagnóstico uma quantidade produzida de 409.020 dosagens de sódio, código 0202010635 o qual foi reduzido e aprovado para um quantitativo de 40.696 dosagens, representando uma expressiva desproporcionalidade para com a capacidade operativa da unidade laboratorial, assim como a real necessidade deste tipo de exame complementar, na prática médica diária.

RICARDO JORGE MURAD - SECRETÁRIO DE ESTADO DA SAÚDE E ARTHUR JEFFERSON BELCHIOR SILVA - DIRETOR CLÍNICO - Não apresentaram justificativas.

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Imagens de atirador que matou 12 em base naval nos EUA.

Aaron Alexis achava que era 'controlado' por ondas eletromagnéticas. Ele agiu sozinho e não tinha alvos definidos, segundo autoridade.

Do G1, em São Paulo

Imagem de vídeo fornecida pelo FBI, mostra Aaron Alexis andando armado pelos corredores do prédio da Marinha de Washington no dia 16 de setembro. (Foto: FBI/AP)Imagem de vídeo fornecida pelo FBI, mostra Aaron Alexis andando armado pelos corredores do prédio da Marinha de Washington no dia 16 de setembro. (Foto: FBI/AP)
FBI (a polícia federal dos EUA) divulgou nesta quarta-feira (25) um vídeo com imagens do atirador Aaron Alexis, que matou 12 pessoas em um prédio da Marinha em Washington antes de ser morto após trocar tiros com a polícia durante uma hora.
As imagens mostram Alexis chegando ao prédio, ao qual ele tinha livre acesso. Lá dentro, já armado, ele percorre o local, preparando-se para o tiroteio que ocorreria em seguida. Assista.
Valerie Parlave, diretora assistente responsável pelo caso, disse que o atirador acreditava que estava sendo controlado virtualmente por ondas eletromagnéticas.
"Nós encontramos comunicações relevantes dele, em formato eletrônico, que indicam a crença ilusória de que ele estivesse sendo controlado por ondas eletromagnéticas de extremamente baixa frequência nos últimos três meses", disse.
Segundo a investigação, Alexis agiu sozinho no tiroteio, ocorrido em 16 de setembro na base administrativa de Navy Yard, a cerca de 5 quilômetros da Casa Branca. Ele aparentemente não tinha alvos definidos.
Alexis, de 34 anos, era natural do Texas e serviu em tempo integral na reserva da marinha de maio de 2007 a janeiro de 2011.
O incidente esquentou o debate sobre a segurança das instalações militares nos EUA.
  •  
Imagem mostra  Aaron Alexis entrando no prédio da Marinha as 8:08 da manhã (Foto: FBI/AP)Imagem mostra Aaron Alexis entrando no prédio da Marinha as 8:08 da manhã (Foto: FBI/AP)

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Seguindo as metas que traçou, Desembargador Guerreiro Junior entrega novos fóruns em três comarcas.

O Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) vai entregar novos fóruns judiciais nas comarcas de Lago da Pedra, Santa Luzia do Paruá e São Francisco do Maranhão, cujas inaugurações devem ocorrer nos dias 4, 17 e 24 de outubro, respectivamente.
Na gestão do presidente do TJMA, desembargador Antonio Guerreiro Júnior, foram construídos e inaugurados seis fóruns, impulsionando as atividades jurisdicionais nas comarcas de Pio XII, Carutapera, Riachão, Santa Rita, Rosário e Morros. Mais quatro prédios estão sendo erguidos em São Bernardo, Magalhães de Almeida, Porto Franco e Imperatriz. Em novembro, será entregue o Fórum de Buriticupu, onde as obras já estão sendo finalizadas.
“A previsão do total dos investimentos em engenharia a serem executados até o final da atual gestão é de, aproximadamente, R$ 67 milhões. A construção de novas unidades judiciais é prioridade para o Tribunal”, afirma Guerreiro Júnior.
De acordo com informações da Diretoria de Engenharia, o TJMA já investiu mais de R$ 52 milhões na melhoria das unidades jurisdicionais e administrativas em todo Estado. Somente na construção de fóruns e juizados foram aplicados mais de R$ 36 milhões. O restante (R$ 16.473.342,15) foi direcionado para serviços de reforma e manutenção predial.
REFORMA - Em serviços de reforma, 27 sedes do Judiciário em diversas regiões do Estado já foram beneficiadas, além de seis juizados especiais da capital, sete gabinetes do prédio-sede do TJMA e diversos órgãos vinculados aos projetos especiais mantidos pelo Poder Judiciário na capital.
As melhorias proporcionadas pelos serviços de reformas beneficiaram usuários e servidores na Ouvidoria, Creche Judith Pacheco, Casa da Criança, Centro Judiciário de Solução de Conflitos, Coordenadoria Especial e Assistência de Encarcerados e na Escola Superior da Magistratura do Maranhão (Esmam).
Segundo o calendário de obras da engenharia do Tribunal, ainda estão em andamento obras de construção de imóveis para um Juizado Especial Cível e a Turma Recursal de São Luís, o Salão do Júri do Fórum de Barra do Corda e para o Juizado Especial de Santa Inês.

DO BLOG DO PROF. CORREIA: NA PRESSA DE DENUNCIAR SEM PROVAS, BLOGUEIRO DA RAPOSA COMETE MAIS UM EQUÍVOCO.

Se não bastasse a confusão que tirou até o blog de Domingos Costa do ar, agora ele entra em outra encrenca sem provas.

O blogueiro acusa a administração de Josemar de contratar uma empresa de informática para fornecer material de limpeza. 

pois bem, a licitação foi legalmente feita. O blogueiro na pressa de dar o furo esqueceu-se de verificar as atividades da empresa, que contempla as exigências do Edital de Licitação, confira ao lado as atividades e a situação cadastral da empresa:


Errou feio de novo camarada, está trazendo descrédito para classe. 

PREFEITO DE CODÓ, SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FINANÇAS, SECRETÁRIO MUNICIPAL DE SAÚDE E DIRETOR ADMINISTRATIVO DEVERIAM ESTÁ PRESOS POR DESVIOS DE MAIS DE 1,6 MILHÕES.

JOSE ROLIM FILHO (PREFEITO DE CODÓ), ATALIBA LIMA SANTANA (SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FINANÇAS), CLAUDIO FERREIRA PAZ (SECRETÁRIO MUNICIPAL DE SAÚDE) E FRANCISCO PINHEIRO DE MOURA (DIRETOR ADMINISTRATIVO) DEVERIAM ESTÁ PRESOS POR DESVIAREM RECURSOS DESTINADOS À SAÚDE DOS CODOENSES.

O DENASUS, entre os esquemas para desviar recursos da Saúde, constatou cobranças múltiplas do procedimento para um só paciente no mesmo dia.

Eles cobraram indevidamente 14.463 procedimentos referentes a Tratamento Oftalmológico de Paciente com Glaucoma Binocular de 1ª; 2ª e 3ª Linhas, respectivamente, equivalentes ao montante de R$ 1.077.758,58, no período de janeiro de 2010 a junho de 2011, sem Nota Fiscal de aquisição da maior parte dos colírios e sem comprovação da dispensação destes Tratamentos para os usuários SUS.

Desviaram mais de 1,6 milhões e deveriam estar na cadeia.

MUNICÍPIO
VALOR A DEVOLVER
MOTIVO
CODO
R$      32.020,32
Cobrança indevida (mais de uma consulta/ano/por paciente), do procedimento consultas para diagnóstico do Glaucoma 0301010102).
CODO
 R$        1.866,00
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$      62.710,20
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$     25.911,18
Cobrança indevida (mais de uma consulta/ano/por paciente), do procedimento consultas para diagnóstico do Glaucoma 0301010102).
CODO
 R$    58.582,44
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$    1.866,00
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$     69.775,02
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$     34.372,69
Cobrança indevida (mais de uma consulta/ano/por paciente), do procedimento consultas para diagnóstico do Glaucoma 0301010102).
CODO
 R$    37.673,03
Cobrança indevida (mais de uma consulta/ano/por paciente), do procedimento consultas para diagnóstico do Glaucoma 0301010102).
CODO
 R$      73.505,88
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$     15.357,60
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$     35.531,32
Cobrança indevida (mais de uma consulta/ano/por paciente), do procedimento consultas para diagnóstico do Glaucoma 0301010102).
CODO
 R$       50.247,54
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$         1.866,00
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$         1.866,00
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$     71.362,62
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$     38.796,55
Cobrança indevida (mais de uma consulta/ano/por paciente), do procedimento consultas para diagnóstico do Glaucoma 0301010102).
CODO
 R$     1.623,42
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$      40.165,84
Cobrança indevida (mais de uma consulta/ano/por paciente), do procedimento consultas para diagnóstico do Glaucoma 0301010102).
CODO
 R$       81.285,12
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$     69.775,02
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$    33.670,49
Cobrança indevida (mais de uma consulta/ano/por paciente), do procedimento consultas para diagnóstico do Glaucoma 0301010102).
CODO
 R$    1.866,00
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$    29.492,40
Cobrança indevida (mais de uma consulta/ano/por paciente), do procedimento consultas para diagnóstico do Glaucoma 0301010102).
CODO
 R$      12.798,00
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$      55.566,00
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$    746,40
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$     33.284,28
Cobrança indevida (mais de uma consulta/ano/por paciente), do procedimento consultas para diagnóstico do Glaucoma 0301010102.
CODO
 R$     3.620,04
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$     19.197,00
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$      51.279,48
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$     7.240,08
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$     39.323,20
Cobrança indevida (mais de uma consulta/ano/por paciente), do procedimento consultas para diagnóstico do Glaucoma 0301010102).
CODO
 R$    32.933,18
Cobrança indevida (mais de uma consulta/ano/por paciente), do procedimento consultas para diagnóstico do Glaucoma 0301010102).
CODO
 R$    5.247,18
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$     55.883,52
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$      12.527,69
Cobrança indevida (mais de quatro cobranças desse procedimento por paciente/ano).
CODO
 R$      3.583,44
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$     74.458,44
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$    32.020,32
Cobrança indevida (mais de uma consulta/ano/por paciente), do procedimento consultas para diagnóstico do Glaucoma 0301010102).
CODO
 R$     127,98
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$   73.029,60
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$       6.685,00
Cobrança indevida (mais de quatro cobranças desse procedimento por paciente/ano).
CODO
 R$     40.727,60
Cobrança indevida (mais de uma consulta/ano/por paciente), do procedimento consultas para diagnóstico do Glaucoma 0301010102).
CODO
 R$    65.567,88
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$    6.232,44
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$    12.514,32
Cobrança indevida (mais de quatro cobranças desse procedimento por paciente/ano).
CODO
 R$    74.379,06
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$     5.247,18
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$   33.740,71
Cobrança indevida (mais de uma consulta/ano/por paciente), do procedimento consultas para diagnóstico do Glaucoma 0301010102).
TOTAL
 R    1.629.148,70


Talvez a grana tenha sido usada para comprar votos, pois nas eleições 2012, o prefeito foi filmado distribuindo dinheiro para eleitores.

Auditoria nº 11665
SECRETARIA MUNICIPAL DE SAUDE DE CODO
CODO-MA29/02/2012MS/SGEP/Departamento Nacional de Auditoria do SUS.


Agora o Prefeito de Codó tenta se proteger junto ao bando dos Sarney.

AGUARDE! Tem mais ---