Compatilhar

terça-feira, 24 de setembro de 2013

PREFEITO DE CODÓ, SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FINANÇAS, SECRETÁRIO MUNICIPAL DE SAÚDE E DIRETOR ADMINISTRATIVO DEVERIAM ESTÁ PRESOS POR DESVIOS DE MAIS DE 1,6 MILHÕES.

JOSE ROLIM FILHO (PREFEITO DE CODÓ), ATALIBA LIMA SANTANA (SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FINANÇAS), CLAUDIO FERREIRA PAZ (SECRETÁRIO MUNICIPAL DE SAÚDE) E FRANCISCO PINHEIRO DE MOURA (DIRETOR ADMINISTRATIVO) DEVERIAM ESTÁ PRESOS POR DESVIAREM RECURSOS DESTINADOS À SAÚDE DOS CODOENSES.

O DENASUS, entre os esquemas para desviar recursos da Saúde, constatou cobranças múltiplas do procedimento para um só paciente no mesmo dia.

Eles cobraram indevidamente 14.463 procedimentos referentes a Tratamento Oftalmológico de Paciente com Glaucoma Binocular de 1ª; 2ª e 3ª Linhas, respectivamente, equivalentes ao montante de R$ 1.077.758,58, no período de janeiro de 2010 a junho de 2011, sem Nota Fiscal de aquisição da maior parte dos colírios e sem comprovação da dispensação destes Tratamentos para os usuários SUS.

Desviaram mais de 1,6 milhões e deveriam estar na cadeia.

MUNICÍPIO
VALOR A DEVOLVER
MOTIVO
CODO
R$      32.020,32
Cobrança indevida (mais de uma consulta/ano/por paciente), do procedimento consultas para diagnóstico do Glaucoma 0301010102).
CODO
 R$        1.866,00
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$      62.710,20
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$     25.911,18
Cobrança indevida (mais de uma consulta/ano/por paciente), do procedimento consultas para diagnóstico do Glaucoma 0301010102).
CODO
 R$    58.582,44
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$    1.866,00
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$     69.775,02
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$     34.372,69
Cobrança indevida (mais de uma consulta/ano/por paciente), do procedimento consultas para diagnóstico do Glaucoma 0301010102).
CODO
 R$    37.673,03
Cobrança indevida (mais de uma consulta/ano/por paciente), do procedimento consultas para diagnóstico do Glaucoma 0301010102).
CODO
 R$      73.505,88
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$     15.357,60
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$     35.531,32
Cobrança indevida (mais de uma consulta/ano/por paciente), do procedimento consultas para diagnóstico do Glaucoma 0301010102).
CODO
 R$       50.247,54
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$         1.866,00
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$         1.866,00
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$     71.362,62
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$     38.796,55
Cobrança indevida (mais de uma consulta/ano/por paciente), do procedimento consultas para diagnóstico do Glaucoma 0301010102).
CODO
 R$     1.623,42
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$      40.165,84
Cobrança indevida (mais de uma consulta/ano/por paciente), do procedimento consultas para diagnóstico do Glaucoma 0301010102).
CODO
 R$       81.285,12
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$     69.775,02
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$    33.670,49
Cobrança indevida (mais de uma consulta/ano/por paciente), do procedimento consultas para diagnóstico do Glaucoma 0301010102).
CODO
 R$    1.866,00
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$    29.492,40
Cobrança indevida (mais de uma consulta/ano/por paciente), do procedimento consultas para diagnóstico do Glaucoma 0301010102).
CODO
 R$      12.798,00
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$      55.566,00
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$    746,40
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$     33.284,28
Cobrança indevida (mais de uma consulta/ano/por paciente), do procedimento consultas para diagnóstico do Glaucoma 0301010102.
CODO
 R$     3.620,04
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$     19.197,00
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$      51.279,48
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$     7.240,08
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$     39.323,20
Cobrança indevida (mais de uma consulta/ano/por paciente), do procedimento consultas para diagnóstico do Glaucoma 0301010102).
CODO
 R$    32.933,18
Cobrança indevida (mais de uma consulta/ano/por paciente), do procedimento consultas para diagnóstico do Glaucoma 0301010102).
CODO
 R$    5.247,18
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$     55.883,52
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$      12.527,69
Cobrança indevida (mais de quatro cobranças desse procedimento por paciente/ano).
CODO
 R$      3.583,44
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$     74.458,44
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$    32.020,32
Cobrança indevida (mais de uma consulta/ano/por paciente), do procedimento consultas para diagnóstico do Glaucoma 0301010102).
CODO
 R$     127,98
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$   73.029,60
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$       6.685,00
Cobrança indevida (mais de quatro cobranças desse procedimento por paciente/ano).
CODO
 R$     40.727,60
Cobrança indevida (mais de uma consulta/ano/por paciente), do procedimento consultas para diagnóstico do Glaucoma 0301010102).
CODO
 R$    65.567,88
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$    6.232,44
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$    12.514,32
Cobrança indevida (mais de quatro cobranças desse procedimento por paciente/ano).
CODO
 R$    74.379,06
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$     5.247,18
Inexistência do procedimento/falta de dispensação da medicação.
CODO
 R$   33.740,71
Cobrança indevida (mais de uma consulta/ano/por paciente), do procedimento consultas para diagnóstico do Glaucoma 0301010102).
TOTAL
 R    1.629.148,70


Talvez a grana tenha sido usada para comprar votos, pois nas eleições 2012, o prefeito foi filmado distribuindo dinheiro para eleitores.

Auditoria nº 11665
SECRETARIA MUNICIPAL DE SAUDE DE CODO
CODO-MA29/02/2012MS/SGEP/Departamento Nacional de Auditoria do SUS.


Agora o Prefeito de Codó tenta se proteger junto ao bando dos Sarney.

AGUARDE! Tem mais ---

2 comentários:

  1. Anônimo24.9.13

    É muita pouca vergonha

    ResponderExcluir
  2. Anônimo25.9.13

    codo e terra que tudo pode terra sem lei

    ResponderExcluir