Compatilhar

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Pobre e Inocente Povo!


Culpam tanto o povo!
Gente humilde desse meu país.
O maior culpado não são eles.
Ninguém tem a vida que, 
sempre sonhou, que tanto quis!


Ainda lutam tanto pela vida.
Pelo pão de cada dia!
Seu maior esforço,
é pela sobrevivência!
Vivem em meio ao abandono.
Em toda uma agonia.


Como podemos cobrar,
algum nível de consciência?
Quem deveria consciência demonstrar, 
se utiliza da "esperteza", 
para cada um, explorar!


Perdão Maria!
Perdão José!
O primeiro que não tiver culpa,
que também não se sente enganado.
tenha a coragem,
da primeira pedra atirar!


Esse povo é só coração!
Ainda sorriem com uma cesta básica.
Aceitam trocados no dia da votação.
É fácil condenar à todos,
quando não sofremos falta do pão!


Culpados são seus representantes!
Verdadeiro ladrão de futuros!
Que surgem a todo instante!
Promessas novas, por cada eleição!


Culpam apenas eles,
Tirando o foco dos verdadeiros culpados!
Que saqueiam essa nação!
Eles, é quem mais amam isso.
Culpando esses humildes,
deviam de si mesmos,
toda culpa por essa corrupção!


Poderão seguir roubando e enganando.
Pobres e descamisados.
Trocando votos por pão.
Seguirão eternamente,
ROUBANDO NOSSA NAÇÃO!

Raquel Santana (Conheça a autora no Facebook)

Nenhum comentário:

Postar um comentário