O Blog Fiel aos Fatos: PREFEITO DO MARANHÃO USA A POLÍCIA COMO CAPANGA PARA PRENDER IDOSO QUE O DENUNCIA POR ATOS DE CORRUPÇÃO E DESVIOS DE RECURSOS PÚBLICOS.

terça-feira, 12 de novembro de 2013

PREFEITO DO MARANHÃO USA A POLÍCIA COMO CAPANGA PARA PRENDER IDOSO QUE O DENUNCIA POR ATOS DE CORRUPÇÃO E DESVIOS DE RECURSOS PÚBLICOS.

Compartilhe esta postagem!



Vila Nova - militante
de movimentos sociais
Agência Assembleia 
O presidente da Associação dos Ex-Deputados Estaduais do Maranhão, Dorian Menezes, recebeu, nesta terça-feira (12), na sede da Assembleia Legislativa, o ex-deputado estadual (1990–1998) e militante de movimentos sociais, Luiz Soares Filho, conhecido popularmente como Vila Nova, acompanhado da também ex-deputada Helena Barros Heluy. Vila Nova veio a São Luís denunciar que foi preso arbitrariamente, por ordens do prefeito de Buriticupu, José Gomes Rodrigues, em represália às denúncias que fez sobre irregularidades na gestão municipal.
O ex-deputado explicou já vinha denunciando irregularidades através da rádio comunitária da cidade e, no final de cada mês, era feito um resumo com todas as ações ilegais da prefeitura. Entre as denuncias apresentadas, constam ilegalidades nas contratações, em prestações de contas e à lei da transparência.
Ao manifestar seu repúdio, durante o aniversário de Buriticupu, no momento do ‘ Buritifolia’, Vila Nova afirmou que foi preso arbitrariamente e levado à delegacia, segundo ele, por ordens do prefeito.
Vila Nova esclareceu que seu protesto foi motivado pelo sistema de separação de classes implantado pela Prefeitura Municipal, que patrocinou a festa e ainda ofereceu tratamento diferenciado a quem pagou pela diversão. “Quem pagou 80 reais pelo abadá, ficava dentro da corda, e quem não estava de abadá tinha que ficar do lado de fora da corda. Eu achei aquilo um absurdo, porque o aniversario da cidade é bancado pela administração pública municipal. Então, porque cobrar da população? Daí eu fui protestar e recebi o apoio de todos, mas o prefeito deu ordens para que os guardas municipais me levassem para a cadeia. Uma injustiça. Em um tempo desses de democracia, ele age feito um coronel”, explicou Vila Nova.
Prefeito Zé Gomes
Para o ex-deputado, essa situação foi apenas um pretexto para difamá-lo. “Eu já vinha fazendo denúncias das graves irregularidades da prefeitura há um tempo, esse protesto que fiz foi apenas uma desculpa para tentar me calar. Mas eu não vou. Enquanto eu achar que devo lutar pelos direitos dos cidadãos de Buriticupu eu vou fazer o que puder para defendê-los”, declarou.
Vila Nova veio à Assembleia oficializar a denúncia, na esperança de que seja ouvido pelas autoridades e de que sejam tomadas providências cabíveis. “Vim aqui apelar às autoridades, principalmente à governadora do Estado, para que ela tome uma iniciativa em relação à minha situação. Pelo menos tirar essa imagem desgastada que ficou da minha pessoa. Só espero que esse caso não fique impune”, alegou.

Deixe seu Comentário Aqui!