Compatilhar

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

ATO DE NOBREZA E RESPEITO À TRADIÇÃO NO JUDICIÁRIO: Desembargador Guerreiro Junior não entrará em nenhuma disputa pela presidência do TRE.

Instado a quebrar a tradição no TRE em que o vice-presidente assume a presidência sob referendo da Corte, o Desembargador Guerreiro Junior não atendeu ao desejo de alguns que o cerca e decidiu chamar o Desembargador Froz para dizer que trabalha pra ver um judiciário unido e forte no enfrentamento das questões a ele submetido e que o seu juízo não articulou qualquer disputa, sendo o desembargador Froz merecedor de ocupar a presidência do TRE pelos trabalhos executados naquela Corte sem nenhuma mácula.

“Fui o Desembargador do TJ que mais presidiu substituições no judiciário maranhense. Todas foram conduzidas sem qualquer pretensão ou espírito de divisão, não seria agora que faria feio”, declarou Guerreiro Junior.


Guerreiro disse que mais do que julgar processos, tem a consciência que numa corte de justiça não tem lugar para disputas desarrazoada do papel do judiciário.


Por isso se irmanou com Froz Sobrinho para que os cidadãos no gozo e exercício do estado de direito vejam suas demandas nas mãos de um judiciário forte e unido na sua composição. “Nobreza e respeito são valores que incorporei na minha vida de magistrado para compreender e ser compreendido”, arrematou o Desembargador Guerreiro Junior apoiando Froz Sobrinho para Presidência do TRE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário