Compatilhar

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

O Maranhão estimula (fomenta) o crescimento das facções nos presídios diz o juiz Coordenador do Departamento de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário e do Sistema de Execução de Medidas Socioeducativas do CNJ.

Em entrevista concedida à TV RECORD (AQUI!), o juiz Douglas de Melo Martins, Coordenador do Departamento de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário e do Sistema de Execução de Medidas Socioeducativas (DMF) do CNJ foi direto ao ponto e revelou que é o próprio Estado que estimula o crescimento dessas facções.

No Maranhão a violência está fora de controle, é caso de intervenção federal. Apesar de todo esse horror, a Governadora Roseana Sarney mantém o mesmo secretário de segurança estimulando a violência e o crescimento da violência ao adotar no Estado uma política de execuções e bandidos como medida de contenção de violência, mas ela só cresce todos os dias com assassinatos todos os dias e horas nas praças, nas ruas, nas portas de residência, nos comércios e em qualquer lugar.

Reagindo à política de execuções do Governo de Roseana Sarney os bandidos escorraçaram a polícia dos bairros, mataram um PM e TRAILERS da PM foram retirados às pressas deixando a população nas mãos das facção, daí as mortes todos os dias.




As mortes de hoje foram assim:

Execuções com requinte de crueldade continuam em todo o Estado do Maranhão, ora por parte da polícia, ora por parte de bandidos.

No fechamento desta postagem, a redação do blog recebeu a notícia de mais um preso morto em presídio do Maranhão.

SÃO LUÍS - Mais um detento foi assassinato dentro do Sistema Prisional da capital. Fábio Ramos Galvão, conhecido como "Ceguinho", foi encontrado enforcado no início da noite desta terça-feira (17). Eles estava no Pavilhão externo, cela 4, na Central de Custódia de Presos de Justiça (CCPJ) do Anil.
Este é o quinto caso de preso assassinado nesta terça-feira. Quatro detentos foram mortos nesta manhã, no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pedrinhas. Três foram decapitados e um esfaqueado.
ESTÁ ASSIM NO ESTADO DO MARANHÃO, BRASIL.

2 comentários:

  1. Anônimo18.12.13

    Quando se diz que pedrinhas é a representação oficial do inferno aqui do Maranhão , no Brasil , não é mentira não

    ResponderExcluir