Compatilhar

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

BANQUETE PARA COMEMORAR A MISÉRIA DO MARANHÃO.

ÀS CUSTAS DE RECURSOS PÚBLICOS
Enquanto a miséria assola o Maranhão os Sarney preparam banquetes para comemorarem o controle do Estado.

PREGÃO Nº 070 / 2013 – POE/MA
PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 179.508/ 2013 – CASA CIVIL
1.1. O presente Pregão tem por objeto a contratação de empresa especializada para fornecimento de gêneros alimentícios perecíveis para atender a demanda das Residências Oficiais do Governo do Estado no exercício de 2014, conforme detalhamento que consta do Termo de Referência (Anexo I), parte integrante deste Edital.

1.2. O valor global estimado desta licitação é de R$ 617.514,61, sendo, por LOTE:
1.2.1. Lote I – R$ 75.147,06;
1.2.2. Lote II – R$ 68.951,50;
1.2.3. Lote III – R$ 85.938,90;
1.2.4. Lote IV – R$ 387.477,15.

A lista da governadora inclui 80 quilos de lagosta fresca, ao custo de R$ 6.373,60; duas toneladas e meia de camarões frescos grande com cabeça, médio com cabeça para torta, seco torrado graúdo sem cabeça e casca, entre outros tipos (mais de R$ 100 mil) e 950 kg de sorvete (oito sabores), que custarão aos cofres estaduais perto de R$ 55 mil. O “banquete” ainda inclui R$ 40 mil de filé de pescada amarela fresca e R$ 39,5 mil em patinha de caranguejo fresca. (750 kg). (Confira aqui a lista completa).

Também deverão abastecer as despensas palacianas do Maranhão 180 kg de salmão (fresco e defumado), a R$ 9.700, e 850 kg de filé mignon limpo, a R$ 29 mil, e quase R$ 22 mil em galinhas abatidas frescas.


Fonte: O Globo

ENQUANTO ISTO:

O Maranhão é o Estado que tem proporcionalmente a maior concentração de pessoas em condições extremas de pobreza. Da população de 6,5 milhões de habitantes, 1,7 milhão está abaixo da linha de miséria (ganham até R$ 70 por mês). Isso representa 25,7% dos habitantes -mais que o triplo da média do país, que é de 8,5%.

A massa da população dopada pela ignorância e sem esperança aplaude concordando com o caos e sai   por ai  vagando como zumbis, sem direção, sem querer, sem reivindicação, sem perspectivas,  sem vida. 

Enquanto isto, a Família bem articulada com os demais poderes, expropriam as riquezas do Estado do Maranhão, deixando-o na situação que vimos na reportagem da própria emissora deles, obrigada a divulgar esta realidade por ser afiliada da Globo no Maranhão.

Para o Maranhão não existe sequer uma luzinha nem no fim do túnel, pois os que substituem os Sarneys no governo, já mostraram serem piores do que eles. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário