Compatilhar

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

JOGADOR E VÁRIOS CIDADÃOS SÃO EXECUTADOS POR OMISSÃO DE SEGURANÇA PÚBLICA NO MARANHÃO.

Thiago Tuntum, que atuou nas categorias de base do Mirassol em SP e estava em negociação com a Matonense foi executado na cidade de tuntum. Leia mais no Blog do Rilton Silva.

MAIS 76 EXECUÇÕES SÓ NO MÊS DE JANEIRO.

MAIS A EXECUÇÃO DE UMA MULHER GRÁVIDA POR POLICIAIS CIVIS QUE AGIRAM PRECIPITADAMENTE.


Liliane Silva Villas-Boas, de 26 anos, estava em um veículo com o marido Márcio de Jesus Mendes, um pedreiro e mais uma criança. A polícia diz ter recebido uma denúncia anônima de crime, foi lá e grivou de bala o veículo matando a gravida e ferindo gravemente se marido. Nenhuma arma eles teriam encontrado no veículo, mas de repente aparecem dizendo que arma tal estava no veículo e que com ela o marido teria atirado no veículo. A família contesta a versão policial e teme pela vida também do marido que está em estado grave e pode ser morto como queima de arquivo. 

O próprio órgão de policia (SEIC) que matou fez a perícia e encaminhou para o omisso Ministério público do Maranhão, que só age quando quer e aonde quer.

A Oligarquia Sarney e seus agentes silenciam sobre essa onda de execução no Maranhão.

A estatística acima é somente da região metropolitana da capital do Maranhao. Roseana Sarney esconde as execuções que ocorrem no resto do Estado, cuja infamações são  manipuladas ou amenizadas pelo sistema de comunicação da família.

Nenhum comentário:

Postar um comentário