Compatilhar

quinta-feira, 16 de abril de 2015

CANINDÉ BARROS TRABALHA INTENSAMENTE PARA RESGATAR A CONFIANÇA DOS USUÁRIOS DO TRANSPORTE COLETIVO DE PASSAGEIROS.

A SMTT TERÁ GPS - SISTEMA DE POSICIONAMENTO
GLOBAL PARA MONITORAR O TRANSPORTE DE
PASSAGEIROS, PERMITINDO  REDIMENSIONAMENTO
DOS HORÁRIOS E FROTA.
Do total de passageiros transportados por mês pelo Sistema de transporte coletivo de são luís, somente 70,08% pagam.

Para enfrentar esta realidade e equilibrar o sistema, o prefeito Edivaldo Holanda Junior e o secretário da SMTT, Canindé Barros, implantaram a Biometria Facial, que já está em 650 ônibus, dos 1.100 da frota que opera em São Luís.

"Com a Biometria Facial, estamos reduzindo a fraude, que anteriormente correspondia a até 35% da evasão de toda a renda e, atualmente, varia entre 20 e 25%", informou Canindé Barros.

Para Canindé Barros, a realização de licitação dos transportes coletivos, requeria primeiro o equilibriu econômico-financeiro do Sistema, com a redução da fraude. O lançamento do edital de licitação está previsto para acontecer ainda no mês de maio. A lei que autoriza a licitação foi enviada para Câmara Municipal de São Luís e aguarda parecer das comissões técnicas.

Segundo o Secretário da SMTT, a biometria vai proporcionar a implantação do bilhete único e mais conforto ao usuário, como a recarga a bordo pela internet, reivindicada principalmente por estudantes.

A busca pela melhoria dos transportes coletivos inclui ainda a renovação da frota que antes tinha idade média de oito anos de uso. Com aquisição de novos ônibus, a média de ano de fabricação dos ônibus do sistema de transporte em São Luís está em 5,5 anos. O incremento é destacado pelo secretário como uma plataforma do avanço no sistema que culminará com a licitação das linhas.

"Quando o prefeito Edivaldo assumiu a Prefeitura em 2013, tínhamos ônibus com até 16 anos de fabricação ainda circulando. Eram quase 400 ônibus com tempo de uso superior a dez anos", lembra Canindé Barros.

Embora reconheça a complexidade do sistema, o secretário garante que algumas medidas adotadas vão contribuir para avançar na qualidade dos serviços. "Deixaram o sistema abandonado e estamos trabalhando intensamente para resgatar a confiança do usuário. É preciso esclarecer que não se muda o sistema de uma hora para outra, é preciso medidas firmes e elas estão sendo tomadas para chegarmos a um objetivo maior, que é o transporte de qualidade", afirmou Canindé.

Nenhum comentário:

Postar um comentário