Compatilhar

quinta-feira, 23 de abril de 2015

No Maranhão, condenado a 5 anos de prisão tenta intimidar desembargador para manter filha que desviou recursos da prefeitura em apenas 15 dias no cargo.

Na tentativa de manter a filha como prefeita da cidade de Raposa diante de uma decisão débil do TRE-MA, que cassou o prefeito eleito do Município, o condenado a 5 anos de prisão, pai da prefeita Talita Laci vislumbrando a reviravolta do caso e, em ato orientado por seus advogados sem escrúpulos, tenta intimidar o desembargador e Corregedor do TRE, com factoides, para em seguida, tentar impedi-lo de atuar no julgamento do caso e protelar uma decisão definitiva.

RESTA AO DESEMBARGADOR DEFENDER SUA HONRA.

O verdadeiro objetivo de Laci e sua trupe é outro. Veja:

Thalyta Medeiros de Oliveira, conhecida no Município de Raposa pelo nome de Talita Laci, em apenas 15 dias que esteve à frente da prefeitura, cometeu vários crimes de desvios de recursos.

As provas apontam crimes graves:

1º Crime:
Desvio de R$ 138.438,20 através da empresa I.F. de Oliveira Comercio, CNPJ nº 13.950.906/0001-19, que não teria contrato ou prestação de serviços para a prefeitura de Raposa. 

2º Crime: 
Desvio de R$ R$ 74.340,50 através da empresa Settimus Empreendimentos e Serviços Ltda, CNPJ nº 18.046.504/0001-08, que não teria contrato ou prestação de serviços para a prefeitura de Raposa.

3º Crime:
Desvio de R$ 71.963,50 através da empresa M. Ricardo Rodrigues, CNPJ nº 19.110.951/0001-41, que não teria contrato ou prestação de serviços para a prefeitura de Raposa.

4º Crime:
Nos 15 dias em que Talita Laci esteve à frente da prefeitura, também desapareceram bens patrimoniais pertencentes ao Municipio. 06 computadores completos; 02 armários de aço; 01 nobreak de 1500vA; 05 impressoras multifuncional de marca HP, 01 aparelho de fax, 01 fricobar, dentre outros, sumiram!!!.

Os desaparecimentos dos bens foram levados ao conhecimento da polícia.

O pai Laci e a filha Talita desde dos fatos acima, mantém parceria com os Irmãos Campos (Vereador Alderico Campos e Fred Campos) e Edilázio Junior. Talita transferiu em um único dia via online mais de R$ 284 mil reais para empresas de fachada e que não prestam serviços para o Município de Raposa.

Com essa parceria, Talita acabou imitando o pai e praticando crimes, que poderão lhe render longos dias na cadeia.

Os crimes estão previstos no art. 1º, III, do DL 201/67:

I - apropriar-se de bens ou rendas públicas, ou desviá-los em proveito próprio ou alheio;

§1º Os crimes definidos nêste artigo são de ação pública, punidos os dos itens I e II, com a pena de reclusão, de dois a doze anos ...

Os fatos estão a demonstrar que Talita Laci praticou vários delitos de "DESVIAR BENS OU RENDAS PÚBLICAS". A pena pode ser aumentada em metade pela regras das legislações penais. Poderá ser condenada de 3 a 18 anos de prisão.

Enquanto o Ministério Público do Maranhão dormita e o TRE embarca numa armação, os recursos da prefeitura de Raposa $omem, $omem e $omem!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário