Compatilhar

domingo, 14 de junho de 2015

EIS AS PROVAS: INSTITUTO QUE RESPONDE POR CRIMES E IRREGULARIDADES NO PARANÁ E SÃO PAULO TROCA AMBULÂNCIAS NOVAS POR 'SUCATAS' NO MARANHÃO.

O Instituto Corpore, que controla a UPA de Coroatá no governo Flávio Dino, está trocando as ambulâncias novas “por sucatas de 2008/2009″.


O Instituto Corpore é sujo no Paraná e em São Paulo. Veja:



– Ação por improbidade administrativa contra o ex-prefeito de Mamborê (PR), Henrique Sanches Salla, o Instituto Corpore (Oscip) e a presidente da entidade, Crys Angélica Ulrich. Segundo a promotoria, os três foram responsáveis por três convênios irregulares, que custaram mais de R$ 6 milhões aos cofres municipais. Saiba mais
– Entidade é obrigada a devolver 1,8 milhão ao município de Curiúva (PR). Os motivos foram diversas irregularidades. Saiba mais
– O Tribunal de Justiça do Paraná recebe denúncia-crime apresentada pelo Ministério Público contra o prefeito de Goioerê, Fuad Kffuri, e contra os diretores do Instituto Corpore – André Luiz Ulrich e Cris Angélica Ulrich, por contratação irregular de serviços, sem a realização de licitação. Saiba mais
– Convênio irregular com Oscip Instituto Corpore gera devolução de R$ 698 mil. Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) julgou irregular a prestação de contas de convênio entre a Prefeitura de Tibagi (Campos Gerais) e a entidade. Saiba Mais 

Nenhum comentário:

Postar um comentário