Compatilhar

terça-feira, 14 de julho de 2015

BOMBA: PF MIRA EM FLÁVIO DINO, QUE TAMBÉM RECEBEU DINHEIRO DA UTC E OAS, QUE DISTRIBUÍAM RECURSOS DESVIADOS DA PETROBRÁS.

A PF diz em relatório que existem elementos iniciais suficientes que indicam a doação eleitoral como forma de corrupção.

No Maranhão, UTC abasteceu as campanhas de Roseana Sarney e Flávio Dino.

Para Roseana há suspeitas de que foram R$ 2 milhões. Para Flávio Dino foram R$ 300.000,00. A doação para Roseana precisa ser comprovada. Já para Flávio Dino ela está declarada na prestação de contas do governador.

O mesmo dinheiro sujo dado à Roseana deixa de ser sujo quando dado à Flávio Dino? De jeito Nenhum!

Por isso, a PF apontou a mira da Lava Jato para o governador do Maranhão.

As doações de procedência suspeita para Flávio Dino somam mais de R$ 3.500.000,00.

A Construtora OAS também envolvida na corrupção da Petrobrás abasteceu Flávio Dino em R$ 1.150.000,00.

As investigações apontam para uma conclusão óbvia: dinheiro da corrupção e de outros crimes vem abastecendo as campanhas eleitorais e legalizados pela Justiça Eleitoral brasileira.

Os políticos acusados não se dão, sequer, ao trabalho de justificar o recebimento da grana da corrupção, apenas dizem: “Está tudo declarado/aprovado na justiça eleitoral”.

O Ministério Público Eleitoral e o TSE são tão coniventes com a bandalheira, que já está comprovada a eleição de políticos com dinheiro desviado da Petrobrás e eles continuam no cargo debochando dos brasileiros.

Não posso acreditar que essa grana suja também tenha abastecido as togas.

O governador do Maranhão tem muitas explicações a dar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário