Compatilhar

sábado, 11 de julho de 2015

DEFENSORES DE MENORES INFRATORES PERDEM NO STF.

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Celso de Mello negou pedido de um grupo de 102 deputados para suspender a tramitação na Câmara e impedir a votação em segundo turno, de uma proposta de mudança na Constituição que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos em casos de crimes hediondos, homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte.


Nenhum comentário:

Postar um comentário