Compatilhar

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

VEM AÍ A OPERAÇÃO 'ANULA PLEITO': PF convocou mais 20 pessoas, entre delegados, analistas e peritos especialistas em combate à lavagem de dinheiro, desvio de recursos e crimes financeiros para atuar nos inquéritos da Lava Jato.


A Polícia Federal decidiu nesta terça-feira reforçar o atual contingente de 30 policiais que atuam exclusivamente nos processos relativos à Operação Lava Jato em Curitiba e convocou mais 20 pessoas, entre delegados, analistas e peritos especialistas em combate à lavagem de dinheiro, desvio de recursos e crimes financeiros para atuar nos inquéritos que tramitam na capital paranaense. O patamar de 50 policiais é o maior contingente dedicado à Lava Jato desde o início da operação, em março de 2014.(Laryssa Borges, de Brasília para Veja).

Com os desdobramentos da operação Lava Jato, a PF e o MPF descobriram que há indícios de doações eleitorais com recursos desviados da Petrobrás e repassados para os operadores abastecerem aliados do governo. O dinheiro da corrupção abasteceu a campanha de vários políticos, inclusive de Flávio Dino no Maranhão.

A justiça eleitoral, sem saber, foi usada para lavar a grana suja, que foi registrada como doação de campanha.