Compatilhar

terça-feira, 15 de setembro de 2015

COISAS DO FUTI: Dutra, o Futi incitou pessoas no caso do lixão, depois tirou pra fora, na época da Caema incitou o povo a não pagar, depois tirou pra fora, agora está incitando para impedir a regularização de abastecimento de água e saneamento básico.

Quer vê o caos para tirar proveito político.

A POPULAÇÃO NÃO QUER ISSO. A POPULAÇÃO QUER É PAGAR PELO QUE CONSOME, QUER APENAS REVISÃO DOS VALORES DAS TARIFAS.

ENTENDA O CASO
Paço do Lumiar e São José de Ribamar, em termos de abastecimento de Água Potável e de Esgotamento Sanitário estava em estado de calamidade.

A prefeitura de Paço do Lumiar foi ousada, contratou a mais respeitada instituição de pesquisa para fazer um diagnóstico da situação, contratou a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas – FIPE. 

O RESULTADO
"É urgente a necessidade de intervenções no sentido de melhorar a provisão de serviços básicos para uma população em plena expansão".

A SOLUÇÃO FOI BUSCADA COM A POPULAÇÃO


Tudo foi feito de forma transparente
 (
CONFIRA...).
A população foi convocada para audiências publicas para debater e arranjar soluções para o problema. A Câmara de Vereadores também debateu o problema. Foi autorizado a formação de um consórcio com São José de Ribamar para contratação de uma empresa especializada para resolver os problemas de água e esgotos nos dois municípios.

A RECLAMAÇÃO DOS USUÁRIOS DOS SERVIÇOS

A população reclama que a tarifa e os serviços são muito alta e que deve pagar pelo o que consume. O Procon também quer esclarecimentos. 

A POSIÇÃO DO PREFEITO DE PAÇO DO LUMIAR.

Sobre a reclamação de moradores:
"Solicitei levantamentos do que está alegando as pessoas e determinei à procuradoria do município para acompanhar todos os casos. O projeto é para resolver os problemas de abastecimento de água potável e esgotos, com o pagamento do que é devido e consumido". Nós e São José de Ribamar projetamos 737.818 metros de rede de distribuição, 189.865 metros de adutoras e 27.356.750 metros cúbicos de água tratada" Declarou o prefeito prof. Josemar, de Paço do Lumiar.

Sobre a notificação do Procon/Ma:
"a notificação do Procon é uma boa oportunidade de tudo ser esclarecido dentro da Lei. Vamos prestar as informações solicitadas. Estão utilizando esse assunto para fazer politicagem. E a entrada do Procon permitirá apurar cada caso denunciado, pois nós propomos a prestar um serviço de qualidade e acessível.", declarou Josemar.

A POLITICAGEM

Domingos Dutra, que teve até a água de uma de suas residências cortada por falta de pagamento tem incitado o caos em Paço do Lumiar para tirar proveitos políticos, pois em 22 anos de mandatos nunca ligou para o município. Conhecido na cidade por incitar confusões e depois tirar pra fora, Domingos Dutra, mais conhecido como O FUTI, tem uma extensa lista da prática de politicagem.

O CASO DA CAEMA: Moradores narram que na época do prefeito Mábenes, Dutra incitou os moradores a não pagarem água pra Caema e depois tirou pra fora. Resultado: Os que não pagaram ficaram endividados com a companhia e esta deixou de fazer melhorias no município.

O CASO DO LIXÃO: Dutra incitou a comunidade da Pindoba a impedir colocação de lixo no lixão de Paço do Lumiar, deixando a cidade um caos. Foi preciso a justiça acabar com a palhaçada. Depois Dutra tirou pra fora.

O CASO DO ABASTECIMENTO DE ÁGUA EM CONSÓRCIO COM RIBAMAR: 70% do abastecimento está regularizado. 100 pessoas reclamaram no Procon, questionando valores das tarifas de água e esgoto. A prefeitura está fazendo levantamento da situação de cada caso. Mas Dutra, como na época do prefeito Mábenes incita o caos para vê o circo pegar fogo e tirar vantagem política. 

Uma audiência convocada pelo Deputado Wellington do Curso será uma oportunidade para desmascarar Dutra e debater a verdeira pauta da população: que é o questionamento dos valores cobrados para o fornecimento de água e esgoto pela operadora do Sistema, a Odebrecht Ambiental. O resto é coisa do Futi.