Compatilhar

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

MAIS UM BLOGUEIRO É EXECUTADO NO MARANHÃO, ONDE O CRIME OCORRE A TODA HORA E O GOVERNO ESCONDE OS CADÁVERES PARA DIZER EM SEGUIDA QUE ESTÁ TUDO BÉM.


Num Estado onde o governo e o Sistema de Segurança esconde cadáveres para dizer em seguida que está tudo bem, todos estão expostos à morte.

A todo instante, assaltos, execuções e roubos seguidos de morte ocorrem à luz do dia sob os olhares inertes do governo comunista de Flávio Dino.

Nas instituições públicas do Maranhão (com raras exceções), instalaram verdadeiras quadrilhas especializadas em desvios de recursos públicos mediante a prática de corrupção. Também criou-se dezenas de blogs especializados em extorqui essas quadrilhas, sob ameaça de denúncias - bombas, se candidatando a defunto esses blogueiros.

O mesmo risco correm os bloqueiros que possuem uma linha independente e que, por dever do ofício, noticiam as mazelas e crimes contra a administração pública.

Correm mais risco ainda os blogueiros, que no afã de obterem muitos cliques, se enveredam na exposição da intimidade e vida privada de políticos, autoridades e empresários. 

Qualquer que seja a atuação do blogueiro, ele está candidato à morte num Estado em ninguem está seguro e o modus operanti nas execuções é conhecido da polícia: dois pistoleiros em uma moto.

Do jeito que vai e sem ações de segurança no Estado do Maranhão, aguardamos apenas o tombamento de mais um cidadão no chão do Maranhão.

Desta vez foi o jovem Ítalo Diniz, o próximo será eu ou você.