quinta-feira, 26 de novembro de 2015

O Brasil precisa voltar aos bons costumes, ou continuará mergulhado na desgraça que escolheu como opção de vida.

Bem disse o ministro do STF, Celso de Mello: "A ausência de bons costumes leva à corrupção. E o quadro que está aí é altamente indicativo de que essa patologia se abateu sobre o aparelho de estado brasileiro".

Não é só isto, nos governos de Lula e Dilma uma verdadeira operação de destruição dos princípios e da família se intensificou em proporções nunca antes visto.

Menos mal se fosse apenas o exercício de opção sexual ou igualdade de gênero. Não é só isso que querem.

Querem é a aniquilação das famílias que ainda apresentam traços cristãos e a anarquização de tudo que é ético e moral. Nossas crianças estão sendo submetidas a comportamentos inaceitáveis. Tudo patrocinado com recursos públicos.

Por outro lado o Brasil tem uma população já contaminada pela corrupção, popularmente chamada de 'jeitinho brasileiro'. Nas eleições, os maiores corruptos não são os políticos, é o próprio eleitor, ou compra, ou não terá seu voto. As exceções são raras. Os que ainda não se corromperam tomaram a miserável atitude de se omitirem. Fecham os olhos, a boca e os ouvidos para a bandalheira.

Ou o Brasil pára para rever todos seus valores abandonados, ou continua vivendo mergulhado nessa desgraça até sucumbir.

Não tem outra opção.
Comentários
0 Comentários