sábado, 19 de dezembro de 2015

Guerreiro Junior sai e novos Presidente e Corregedor do TRE-MA tomam posse prometendo vigilância total nas eleições 2016.

O desembargador Guerreiro Junior, após dois anos de atuação exitosa à frente da corte eleitoral do Maranhão, deixa o TRE e retorna para sua função de desembargador do TJMA.
Sua gestão foi marcada pela realização de concurso público, instituição de novo período do planejamento estratégico, modernização do plenário, entrega de 5 novos fóruns, entre outros avanços administrativos. 
Sempre grato aos que o cerca, Guerreiro Junior, disse: “Todo o trabalho realizado neste curto período em que exerci a presidência do Tribunal, assim como os resultados alcançados, não teriam se materializado sem que houvesse participação e contribuições de pessoas e instituições comprometidas com o desenvolvimento da Justiça Eleitoral maranhense. Em especial, ressalto a dedicada participação de todos os servidores do Tribunal na implementação dos projetos. Não seria possível dar consecução a essas demandas sem o imprescindível apoio de minha excelente equipe. Aqui fui bem recebido, bem tratado, e da mesma maneira procurei faze-lo, mas não por mera retribuição. São servidores que devem ser valorizados por serem competentes e cumpridores dos seus deveres”.
A NOVA GESTÃO

Ao assumir a presidência do TRE_MA, o desembargador Lourival Serejo disse que na prática, esta assumindo duas presidências ao mesmo tempo: a de um tribunal e a das eleições de 2016. O desembargador destacou que essas eleições próximas irão traçar a nova geografia político-partidária do Maranhão, provando ou desfazendo lideranças e, num lance profético, servirão para a avaliação do futuro político do Estado. "Consciente dessa verdade é que asseguro a todos os interessados e futuros candidatos que a direção do TRE estará sempre de vigilância e com o compromisso de assegurar à classe política um pleito seguro, transparente e democrático, em que a igualdade de oportunidades será a grande tônica das nossas decisões", observou.
O novo corregedor eleitoral, desembargador Raimundo Barros, apelou para a conscientização do eleitor para a solução dos problemas da sociedade concernentes ao poder publico executivo e legislativo. “Não creio que se possa mais atribuir exclusivamente ao poder público a total responsabilidade dos problemas da nossa sociedade. Daí porque todos nós cidadãos, temos que reconhecer a nossa parcela de responsabilidade e devemos ser cobrado no dia a dia do cumprimento de nossas obrigações e em alguns momentos bem oportunos, como, por exemplo, durante a escolha dos candidatos nas eleições”, finalizou.
O desembargador eleitoral Eduardo Moreira em saudação ao novo corregedor, disse: “o que realmente impede destacar na história de vida do novo corregedor não se encontra na leitura de seu extenso e rico curriculum vitae. Não. Na verdade, o que é mais digno de nota e efetivamente requer um registro neste panegírico diz com a personalidade do desembargador Barros. Seus colegas do Tribunal de Justiça do Maranhão o definiram, entre as muitas qualidades, como um magistrado estudioso, prudente, coerente, um homem de bem”.

Comentários
0 Comentários