sábado, 19 de dezembro de 2015

O PODER JUDICIÁRIO DO MARANHÃO ESTÁ SOB NOVA DIREÇÃO.

Dois atos sequencias marcaram a posse da nova Mesa Diretora do Tribunal de Justiça do Maranhão na manhã desta sexta-feira (18).

Uma missa em Ação de Graças na Catedral Metropolitana de São Luís, celebrada pelo arcebispo auxiliar da Arquidiocese de São Luís, Dom Esmeraldo Barreto de Farias.

O ato religioso contou com a presença de desembargadores, juízes de direito, diretores, servidores do Judiciário e de autoridades eclesiásticas de diversas unidades da igreja católica no Maranhão.

Para arcebispo Dom Esmeraldo, a missão solicitada “É um sinal importante essa consciência que, em forma de atitude concreta, vem para agradecer, suplicar sua graça e colocar-se à disposição do nosso Mestre, Senhor e Salvador”, concluiu.

O arcebispo franqueou a palavra à nova direção do Poder Judiciário maranhense. O presidente eleito, desembargador Cleones Cunha, disse “Rogamos a Deus que nos dê forças para sermos servos da Justiça e do povo, não sendo indiferentes às demandas judiciais apresentadas pela sociedade". A Vice-Presidente, desembargadora Maria das Graças Duarte expressou seu desejo na nova missão: Que essa nova Mesa Diretora, através da harmonia e da paz, consiga trazer a Justiça para todo o Estado”.

A corregedora-geral de justiça, desembargadora Anildes Cruz, por sua vez, disse: “Quero agradecer a Deus e à Nossa Senhora por esse momento. Que Deus nos dê força e saúde para que possamos distribuir sempre a paz".

Após a missa os desembargadores seguiram a pé até à Sede do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), onde aconteceu a solenidade oficial de posse.

Tomaram posse os três novos membros da Mesa Diretora do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), desembargadores Cleones Carvalho Cunha (presidente), Maria das Graças Duarte Castro Mendes (vice-presidente) e Anildes Bernardes Chaves Cruz (corregedora geral da Justiça), eleitos para o biênio 2016/2017.


Com a presença  de muitas pessoas, do governador do Estado, Flávio Dino; prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior; corregedora nacional de Justiça (CNJ), ministra Nancy Andrighi;  ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Reynaldo Fonseca; presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MA), Mário Macieira, entre outras autoridades, a solenidade transcorreu com tranquilidade e emoções dos envolvidos.

Manifestando sua intenção de colaborar com os Poderes Executivo e Legislativo, no enfrentamento à crescente onda de criminalidade que assola a sociedade e afirmando que pretende priorizar a Justiça e os juízes de 1º GrauCleones Cunha demonstrou humildade, e ao mesmo tempo firmeza na função que ora assume.
As duas corregedoras: desembargadora Anildes Cruz, corregedora de justiça do Maranhão (CGJMA) e a a ministra Nancy Andrighi, corregedora nacional de justiça (CNJ).
"tentar ao máximo a conciliação"

É uma das metas da nova corregedora-geral de justiça, desembargadora Anildes Cruz. Para a experiente magistrada,  manter um vínculo com os magistrados de 1º Grau para buscar melhores condições de trabalho e uma prestação jurisdicional célere é o caminho a ser seguido, pois. “Quando nosso jurisdicionado bate à porta do Poder Judiciário, ele quer ter seu direito logo resolvido, então nós vamos tentar ao máximo a conciliação”, pontuou.
A equipe da corregedora: Juízes corregedores (José Américo Costa, Rosária de Fátima Almeida Duarte, Sara Fernanda Gama, Rosângela Santos Prazeres Macieira); Planejamento Estratégico (Gladiston Luis Nascimento Cutrim) e Coordenadoria dos Juizados Especiais (Marcia Cristina Coêlho Chaves). 
Comentários
0 Comentários