sexta-feira, 22 de abril de 2016

CONSELHO MUNICIPAL DAS CIDADES DE PAÇO DO LUMIAR DETECTA CRIME AMBIENTAL.


Por conta das várias reclamações dos moradores do Loteamento Lima Verde e do Bairro Bom Negócio, uma comissão dos Conselheiros municipais das cidades de Paço do Lumiar, visitaram nessa tarde de terça-feira (18), a Estação de Tratamento de Esgoto instalada na Avenida do Cajueiro, localizado entre o Bom negócio e o Loteamento Lima Verde. Para a surpresa da comissão, o sistema, com seus maquinários estão prontos, entretanto, abandonados, correndo inclusive o risco de danificação antes mesmo de entrar em funcionamento.
Para constatar a veracidade do crime ambiental, a comissão visitou também o riacho do Bairro Bom Negócio, onde irresponsavelmente recebe o esgoto dos condomínios construídos pelas  construtoras  Canopus, Escudo, Amorim Coutinho e Dimensão Engenharia, sem falar nos dejetos recebidos do Loteamento Lima Verde e do conjunto Lima Verde, construído pela Caixa Econômica Federal.
Além dos males causados à saúde dos moradores do Bairro Bons Negócio, Zona Rural de Paço do Lumiar, para a surpresa da comissão, foi encontrado no local da ETE, um tanque com água parada, onde suspeita-se que haja focos do mosquito  Aedes Aegypti.
Segundo informações dos moradores, como essas quatro construtoras se juntaram em consórcio para construir esses empreendimentos, essas mesmas devem ser intimidadas pela Secretária de Estado de Meio ambiente para que em caráter de urgência solucionem tal situação.
Diante do exposto, o Conselho Municipal das Cidades, de forma deliberativa convocará via ofício, o representante do Consórcio para esclarecer os motivos pelo qual essa ETE encontra-se desativada, a comissão quer também saber por que  essa ETE ainda não fora repassada para a Odebrecht ambiental.
local onde deveria ser realizado o tratamento de esgoto está abandonado

Área com risco de focos do mosquito  Aedes Aegypti.
Visita da Comissão no riacho do Bom Negócio, local onde está sendo despejado o esgoto 

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário