domingo, 6 de novembro de 2016

Juiz do Maranhão vence debate em Encontro de Juízes Estaduais.



O juiz maranhense Gervásio Santos participou do VI Encontro Nacional de Juízes Estaduais (ENAJE), realizado entre os dias 3 e 5, em Porto Seguro (BA), com o tema “Ética, Independência e Valorização da Magistratura”, promovido pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB). 

Com equilíbrio, coragem e compromisso de fazer a melhor gestão da história da AMB, o Juiz Gervásio Santos consolidou a sua liderança e venceu o debate entre os candidatos à Presidência da AMB, realizado na tarde deste sábado (5), no decorrer do VI ENAJE, em Arraial d’Ajuda (Bahia). 

Após mais de uma hora de debate de propostas e ideias, Gervásio mostrou-se o mais preparado, sendo aplaudido de pé pelos Magistrados que marcaram presença no VI Enaje. O candidato da Chapa 3 comprovou que está pronto para a missão de comandar a maior entidade associativa da Magistratura de todo o País pelos próximos três anos.

O debate foi dividido em quatro blocos. No primeiro os candidatos Gervásio Santos, Jayme Oliveira e Michel Cury se apresentaram aos eleitores; no segundo responderam perguntas sorteadas, no terceiro candidato fazia pergunta para candidato, com direito a réplica e tréplica, e no último 10 minutos para as considerações finais.

Gervásio foi o primeiro a se manifestar, destacando a importância do processo democrático para a escolha do próximo Presidente da AMB. “Vamos decidir qual marinheiro comandará o barco da Magistratura durante essa tormenta que vive o País”.

Ele ressaltou que o próximo Presidente da AMB enfrentará três anos de muito trabalho na defesa permanente da Magistratura que vivencia atualmente um período de turbulência. “O Judiciário vive um momento ímpar na história do Brasil. Se por um lado somos aplaudidos pelas medidas de combate à corrupção, ao mesmo tempo somos atacados por forças politicas, econômicas e setores da imprensa justamente porque estamos travando o bom combate”.

CORAGEM

E lançou um questionamento: “qual de nós tem as características necessárias para fazer esses enfrentamentos. Qual tem coragem para defender a Magistratura brasileira”?.

Na pergunta sorteada, coube a Gervásio responder como a AMB se comportará em sua gestão com relação às eleições diretas para os Tribunais. Sobre isso ele afirmou que a gestão atual da AMB vem lutando pelas eleições diretas para que todos os Juízes possam participar desse processo de escolha. “Na minha gestão vamos continuar essa luta”.

Em uma das perguntas lançada ao seu adversário, o Juiz Jayme Oliveira, da Chapa 1, Gervásio Santos questionou por que durante a campanha o seu opositor não fez a defesa da Magistratura contra ataques do senador Renan Calheiros e o Ministro Gilmar Mendes e qual será a sua postura caso seja Presidente da AMB. Jayme Oliveira criticou a pergunta e não a respondeu devidamente.

Sobre o assunto, Gervário reiterou: “nunca se viu ataques dessa natureza de um Ministro da Suprema Corte. A AMB reagiu, eu reagi, mas não vi os outros candidatos se manifestarem em nossa defesa”. Ele recebe calorosos aplausos e manifestações de apoio da plateia.

Gervásio Santos se saiu muito bem em todas as perguntas que lhe foram formuladas por seus adversários. Questionado se é o candidato da situação, ele respondeu que sim: “sou candidato com o apoio da atual gestão com muito orgulho. Gestão que foi elogiada e teve o trabalho reconhecido pelo Ministro Ricardo Lewandowiski, do STF, e do Corregedor Nacional de Justiça, João Otávio de Noronha. Gestão que teve a coragem de representar um Ministro do STF, Gilmar Mendes, por ataques à Magistratura”.

Gervásio garantiu que na AMB vai manter esse enfrentamento aguerrido e corajoso, defendendo todos os Magistrados, sem discriminação.

Também questionado se na sua gestão a AMB fará defesa de qualquer Magistrado, ainda que seja atacado por outro membro do Judiciário, Gervásio respondeu: “nós vamos defender todos os colegas, sem exceção, em qualquer caso e com coragem. Porque quem tem medo de desagradar, não pode ser Presidente da AMB”.

TRABALHO 

Em todas as suas intervenções e respostas, Gervásio encontrou o apoio da plateia, que aplaudia com entusiasmo as suas propostas e posicionamentos. Nas considerações finais, ele firmou o tom que definiu a sua personalidade associativa: coragem e determinação para trabalhar pela Magistratura.

“Serão três anos de muito trabalho e dedicação absoluta à Magistratura brasileira. Venceremos a crise da desvalorização da carreira e sei que mesmo os que não nos apoiam agora, perceberão o nosso esforço. Vamos ganhar essa eleição e fazer a melhor gestão que a AMB já teve, enfrentando todas essas dificuldades”.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário