domingo, 8 de janeiro de 2017

Edivaldo Holanda Jr disponibiliza especialidade médica neurológica modelo no país

Rede de saúde do município avança

Implantado em 2014, o serviço de Neurocirurgia no Hospital da Mulher é resultado direto dos investimentos feitos pela Prefeitura de São Luís na recuperação da unidade. No hospital, são realizados serviços de neurocirurgia de alta complexidade, relativos a aneurismas, tumores cerebrais e traumatismo raquimedular – sem prejuízo dos atendimentos já realizados na área de saúde da mulher.
O lavrador Adri Reis, 31 anos, está há três meses internado no Hospital da Mulher. Ele caiu de uma árvore e teve trauma na coluna. "Quando cheguei não conseguia sentar e agora estou no meio do tratamento, já estou sentando e vou passar por mais um processo cirúrgico. Aqui fui muito bem atendido pela equipe da unidade e agradeço por terem sido atenciosos".
Quem acompanha Adri Reis é sua mãe, Vitalina Reis, de 55 anos, também lavradora. "O atendimento do hospital está sendo ótimo, meu filho foi logo atendido e operado e já está recuperando os movimentos", festeja. Após dar alta ao lavrador, o próprio hospital vai encaminhá-lo para fazer fisioterapia no município de Cururupu, onde a família reside.
A estrutura disponibilizada para o serviço no hospital é de centro cirúrgico, 11 leitos de UTI, quatro salas de enfermaria e cinco leitos de unidade de cuidados intermediários. O ambiente é totalmente climatizado, garantindo o conforto dos pacientes. Este ano, o Hospital da Mulher foi reconhecido pelo Ministério da Saúde como referência em Neurocirurgia.
"A habilitação da unidade como referência da alta complexidade em neurocirurgia seguiu um roteiro de adaptações, uma lista de requisitos técnicos de pessoal e de espaço físico, conforme diretrizes estabelecidas pela Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde. Com as melhorias aqui realizadas, temos uma saúde, na especialidade médica neurológica modelo no país", enfatizou a diretora Natália Mandarino.
Para o ano de 2017, a Prefeitura de São Luís trabalha ainda na diversificação dos serviços oferecidos na área pediátrica, com a construção do novo Hospital da Criança, uma parceria celebrada entre o Governo do Estado e a Prefeitura. O hospital, que está em fase de acabamento, vai ganhar centro cirúrgico com quatro salas de grande porte e Unidade de Terapia Intensiva (UTI), bem como serviços completos de diagnóstico por imagem, como ultrassom e tomografia computadorizada, todos serviços inéditos para a área pediátrica na rede municipal de saúde.
OUTRO AVANÇO
O Núcleo Especializado em Saúde do Homem, no Centro de Especialidades Médicas (CEM) do Filipinho estão entre os exemplos desses avanços.
"A reativação do Hospital da Mulher, a ampliação dos serviços no Centro de Especialidades Médicas - CEM Filipinho e a reestruturação de dezenas de unidades de saúde são realizações da nossa gestão. Seguimos trabalhando para avançar ainda mais nos próximos quatro anos e garantir atendimento de qualidade aos que precisam", disse o prefeito Edivaldo.

A secretária municipal de Saúde (Semus), Helena Duailibe, ressaltou que a reestruturação do sistema é um marco da gestão. "O prefeito Edivaldo determinou a reestruturação de todo o sistema para que possamos alcançar os avanços que a população precisa. Outras ações são executadas na área para ampliar e fortalecer o atendimento desde a atenção primária até os serviços de alta complexidade", disse a gestora. "São Luís hoje recebe os mesmos recursos federais do passado, mas as demandas aumentaram. Ainda assim, com um rigoroso planejamento, estamos conseguindo reestruturar os serviços de saúde em São Luís", completou Helena Duailibe.
Em maio deste ano, o CEM Filipinho foi reinaugurado após ampla reforma, que abrangeu intervenções estruturais e também melhorias das instalações elétricas e hidráulicas. A reforma triplicou a capacidade de atendimento da unidade e diversificou o atendimento – adicionando aos serviços já oferecidos as especialidades de urologia e proctologia, além de exames preventivos de câncer de próstata e procedimentos como biópsia, cateterismo, punção de bexiga e vasectomia. Juntas, as especialidades e serviços compõem o Núcleo Especializado em Saúde do Homem, o primeiro do tipo no Maranhão, para a rede pública de saúde.
"Neste núcleo, o homem dispõe de um atendimento qualificado, específico e com uma série de especialidades. Fazemos uma avaliação muito positiva dos benefícios com as melhorias da estrutura na unidade. Quem ganha é o cidadão que agora utiliza um serviço ampliado e pode ser atendido em melhores condições", ressaltou o diretor geral do CEM Filipinho, José Abrahan de Leopoldino. O gestor complementa que o serviço corresponde a 30% dos atendimentos e que a casa de saúde assiste aos usuários com mais eficiência na média e alta complexidade.
Comentários
0 Comentários