sábado, 8 de abril de 2017

Comunista do governo Flávio Dino tentam tomar Central Sindical e saem derrotados

Batalhão de Flavio Dino foi dar pressão
O comunistas Márcio Jerry e Júlio Pinheiro, fieis representantes do governador Flávio Dino foram humilhados em votação para nova direção da CTB-MA na tarde deste sábado (08).

Bem que tentaram, mas a parte governista do PCdoB, liderada pelo secretário de Estado Márcio Jerry, e pelo vice-prefeito de São Luís, Júlio Pinheiro, perdeu feio na eleição da nova Direção da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil - CTBMA, que acabou de acontecer.

Nova Direção da CTBMA eleita no 2 Congresso na FETAEMA


Os comunistas governistas tentavam infiltrar 4 dirigentes do "queimado" SINPROESEMMA, na vice-presidência, tesouraria, secretaria-geral e formação sindical da entidade. Os sindicalistas dos quase 50 sindicatos presentes ao evento não aceitaram a manobra, e elegeram uma chapa genuinamente de trabalhadores.

Julio no congresso
O vice-prefeito Júlio Pinheiro, que corre o risco de perder o cargo por causa de processo que questiona a sua atuação como presidente do Sindicato dos Professores, mesmo estando licenciado para exercer o mandato na Prefeitura, dormiu no alojamento da Federação dos Trabalhadores na Agricultura - FETAEMA, para tentar cooptar votos e realizar o intento. Antes, semana passada, foi a São Paulo, tentar articular a façanha com a Direção Nacional da CTB, que enviou um dirigente para tentar fazer descer goela abaixo o problema dos dirigentes governistas.

Há quem diga que a postura da CTB no Maranhão, que apesar de ter dirigentes do Partido Comunista do Brasil - PCdoB do governador Flávio Dino, de não "abafar" a luta dos trabalhadores por causa de pressões do Governo, tenha sido decisiva para o setor aristocrático do Partido determinar o ataque à entidade. 

Atualmente, a CTB-MA coordena, ao lado do Sindicato dos Enfermeiros de São Luís, uma greve contra o prefeito Edivaldo Holanda Júnior, que tenta elevar a jornada da categoria de 30 para 40 horas semanais. A Lei que determina as 30 horas foi assinada em 2014 pelo próprio Edivaldo.

Pelo visto a presença de Márcio Jerry, Clayton Noleto, Rubens Júnior, Júlio Pinheiro e cia LTDA no Congresso da CTB-MA, não intimidou os aguerridos sindicalistas. Por orientação de Márcio Jerry, alguns delegados do SINPROESEMMA abandonaram o Congresso na hora da votação.

Pelo visto os representantes dos trabalhadores fizeram de fato valer o tema do Congresso "Resistência e Luta pela Democracia e Direitos Sociais", um recado para o Governo do Estado, que nas últimas semanas tem sofrido diversas derrotas. 

Do jeito que vai, Flávio Dino não conseguirá eleger sua turma nem para síndico de condomínio.

Seria um prenúncio para 2018?
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário