Compatilhar

segunda-feira, 10 de abril de 2017

Disputa por poder e descumprimento de decisão judicial gera confusão na CGADB. Pastor José Wellington manipulou as eleições e incluiu 10.479 inscrições irregulares para permanecer no cargo de Papa das Assembleia de Deus

A Convenção Geral das Assembleias de Deus (CGADB) passou por cima de ordem judicial proferida pela justiça do Estado do Rio de Janeiro, neste domingo, 09.

A determinação da suspensão da eleição foi feita pela juíza Angélica dos Santos Costa (Processo nº 0084255-87.2017.8.19.0001). Segundo a magistrada, ao não permitir que o interventor judicial assumisse o comando das eleições neste domingo, 09, e a inclusão de 10.479 inscrições declaradas irregulares, foi necessário intervenção judicial.

O Papa filho e o Papa pai das Assembleias de Deus

Mesmo com ordem judicial, a eleição aconteceu normalmente até às 18 horas. Após esse horário, a CGADB postou no site oficial da eleição, que a mesma estava suspensa por determinação judicial até segunda ordem, no entanto, depois das 21 horas, a CGADB e a CPAD News divulgou a revelia e em total desrespeito a justiça brasileira, contrariando, nove liminares em pleno vigor resultado extraoficial, afirmando que o candidato Wellington Júnior é o novo presidente da CGADB.

A membresia das Assembleias de Deus é tão tapada que não sabe nem o que acontece no seio da sua própria igreja. A liderança tem agido como seitas às escondidas. Os irmãozinhos servem como massa de manobra para uma turma que a cada dia se dão de bem.

DEMANDAS JUDICIAIS

Está não é a primeira vez que a CGADB desrespeita a justiça brasileira. A entidade em 2016 chegou a ser multada em mais de 10 milhões de reais por descumprimento de ordens judiciais, proferidas pela Justiça do Estado do Amazonas.

Após ter perdido a eleição em 2013, Samuel Câmara ajuizou ação junto à justiça, para que a CGADB apresentasse comprovantes de inscrições dos ministros. Pastor José Wellington se recusou a fazê-lo. Sendo assim, a Justiça do Estado do Amazonas determinou multa diária no valor de R$ 50 mil reais. A liderança da CGADB decidiu não cumprir a sentença e o caso continuou nos trâmites judiciais, até o acordo que envolveu Câmara e José Wellington Bezerra da Costa, em julho de 2016.

Ao JM Notícia, o pastor Gesiel Oliveira, pastor no estado do Amapá, disse que poderá haver novas eleições e o interventor deve assumir o comando da eleição da CGADB. 

Pastor Samuel Câmara

Em sua rede social Facebook, pastor Samuel Câmara afirmou que foi impedido de ter acesso ao local da apuração. “Nós viemos aqui para participar da eleição e lamentavelmente a empresa Scty não deixou nem a gente chegar perto e mudaram tudo para aquele Hotel…e nem deixou a gente entrar… só tínhamos uma coisa a fazer… orar”.

CONFIRA RESULTADO DIVULGADO EM DESOBEDIÊNCIA À DECISÃO JUDICIAL:

PRESIDENTE:
PASTOR WELLINGTON JUNIOR – 14.675 votos (Eleito)
PR SAMUEL CÂMARA – 8.145 votos
CÍCERO TARDIM – 108 votos
Votos em Branco: 91

1º VICE-PRESIDENTE – REGIÃO CENTRO-OESTE:
PASTOR SEBASTIÃO RODRIGUES DE SOUZA – 14.547 votos (Eleito)
PR ANTONIO DIONÍZIO – 8.126 votos
Votos em Branco: 346

2º VICE-PRESIDENTE – REGIÃO NORTE:
PASTOR GILBERTO MARQUES – 14.725 votos (Eleito)
PR ISAMAR PESSOA RAMALHO – 7.822 votos
Votos em Branco: 472

3º VICE-PRESIDENTE – REGIÃO NORDESTE:
PASTOR PEDRO DAMASCENO – 15.288 votos (Eleito)
PR JOESER SANTANA – 6.842 votos
PASTOR IRAN TOMAZ – 396 votos
Votos em Branco: 493

4º VICE-PRESIDENTE – REGIÃO SUDESTE:
PASTOR TEMÓTEO RAMOS – 14.459 votos (Eleito)
PR SAMUEL RODRIGUES – 6.479 votos
JESIEL PADILHA – 1224 votos
PASTOR GESSÉ ADRIANo – 459 votos
Votos em Branco: 398

5º VICE-PRESIDENTE – REGIÃO SUL:
PASTOR PERCI FONTOURA – 15.326 votos (Eleito)
PR IVAL TEODORO DA SILVA – 7.241 votos
Votos em Branco: 452 votos

1º SECRETÁRIO – REGIÃO CENTRO-OESTE:
PASTOR ELIENAI CABRAL – 16.031 votos (Eleito)
PR GEOVANI NERES – 6.700 votos
Votos em Branco: 288

2° SECRETÁRIO – REGIÃO NORTE:
PASTOR PEDRO ABREU DE LIMA – 13.826 votos (Eleito)
PR JÔNATAS CÂMARA – 8.290 votos
PASTOR BARRINHO DO PARÁ – 494 votos
Votos em Branco: 409

3º SECRETÁRIO – REGIÃO NORDESTE:
Pr. Roberto José dos Santos – 14.755 votos (Eleito)
Pr. Raul Cavalcante – 6.694 votos
Pr. Everaldo da Paraíba – 1.131 votos
Votos em Branco: 439 votos

4º SECRETÁRIO – REGIÃO SUDESTE:
PASTOR ALBERTO SERAFIM – 13.979 votos (Eleito)
PR CARLOS ROBERTO SILVA – 7.474 votos
NILSON O ABENÇOADO – 946 votos
Votos em Branco: 620
5º SECRETÁRIO – REGIÃO SUL:
PASTOR ADALBERTO DUTRA – 14.687 (Eleito)
PR JOSUÉ CIPRIANO – 7.765 votos
Votos em Branco: 567

1º TESOUREIRO:
PASTOR ÁLVARO SANCHES – 15.195 votos (Eleito)
PR IVAN BASTOS – 7.378 votos
Votos em Branco: 446

2º TESOUREIRO:
PASTOR NEHEMIAS ARAÚJO – 14.814 votos (Eleito)
PR JONAS FRANCISCO DE PAULA – 7.650 votos
Votos em Branco: 555

3º TESOUREIRO:
PASTOR EDSON VICENTE – 13.643 votos (Eleito)
PR ADAILTON ARAÚJO – 6.437 votos
ALEXANDRE GUEDES – 1.664 votos
ANTONIO MANOEL – 674 votos
Votos em Branco: 601
CONSELHO FISCAL 1ª REGIÃO – REGIÃO CENTRO OESTE:
PASTOR RINALDO ALVES – 14.212 votos (Eleito)
PR EFRAIM DE MOURA – 7.067 votos
PASTOR JEZIEL GUSMÃO – 1.140 votos
Votos em Branco: 600

CONSELHO FISCAL 2ª REGIÃO – REGIÃO NORTE:
PASTOR PAULO MARTINS NETO – 14.855 (Eleito)
PR ENALDO BRITO – 7.569 votos
Votos em Branco: 595

CONSELHO FISCAL 3ª REGIÃO – REGIÃO NORDESTE:
PASTOR ISRAEL FERREIRA – 14.221 votos (Eleito)
PR EDUARDO LEANDRO – 7.122 votos
ORLEDE – 1.078 votos
Votos em Branco: 598
CONSELHO FISCAL 4ª REGIÃO – REGIÃO SUDESTE:
PASTOR LUIZ CEZAR MARIANO – 14.987 votos (Eleito)
PR OTONI DE PAULA – 7.454 votos
Votos em Branco: 578

CONSELHO FISCAL 5ª REGIÃO – REGIÃO SUL:
PASTOR JAMIR BRITO – 14.470 votos (Eleito)
PR PAULO TERRA – 7.838 votos
Votos em Branco: 711

As 10.479 inscrições declaradas irregulares declaradas pela justiça levaram a vitória de Pastor José Wellington e sua turma. 

Fonte: JM Notícia – Ricardo Costa, com modificação

Nenhum comentário:

Postar um comentário