Compatilhar

terça-feira, 4 de julho de 2017

Assessores de comunicação do TJ e CGJ participam do Conbrascom 2017

Com o tema: “Gestão da Comunicação, da rotina operacional à dimensão estratégica”, o Fórum Nacional de Comunicação e Justiça (FNCJ) realizou no período de 28 a 30 de junho, na cidade de Maceió, o XXIII Congresso Brasileiro de Assessores de Comunicação da Justiça (Conbrascom 2017). O evento reuniu mais de 200 profissionais de comunicação de todo país.

As autoridades presentes, composta de presidentes de tribunais e até representantes do executivo, ressaltaram a importância do evento e das produções geradas pelas assessorias de comunicação do Poder Judiciário. “É importante que a Justiça, a Defensoria Pública e o Ministério Público sejam instituições dotadas desses mecanismos de comunicação. Vivemos uma fase em que a comunicação é indispensável, a sociedade precisa saber como o Judiciário, Ministério Público age, saber a importância da Defensoria Pública e principalmente em um país em que temos necessidade de informação”, ressaltou o presidente do Tribunal Regional do Trabalho do Maranhão, desembargador James Magno Farias, que além de magistrado é jornalista.

Marcio Rodrigo, assessor de comunicação da CGJ-MA com o repórter
da TV Globo, Vladimir Netto, que abordou o tema: 'o uso das redes
sociais  e o pronunciamento das fontes na operação Lava Jato'. Ele é
autor do livro “Lava Jato – O juiz Sérgio Moro e os bastidores
da operação que abalou o Brasil".
Uma comitiva de assessores de comunicação do Tribunal de Justiça do Maranhão esteve presente no evento. Para Márcio Rodrigo, assessor de comunicação da Corregedoria da Justiça do Maranhão, o congresso é uma oportunidade anual de se renovar os conhecimentos na área, trocar informações, dentre outras formas de aprendizado. “Ineditamente o Maranhão foi representado por uma delegação de 15 assessores de órgãos ligados ao sistema de Justiça, o que demonstra um avanço no reconhecimento da importância estratégica das assessorias no cenário atual”, ressaltou.

Segundo o assessor, o terceiro lugar obtido pela Assessoria de Comunicação do Tribunal de Justiça do Maranhão, na categoria Inovação, foi o primeiro passo de muitos trabalhos que surgirão nas próximas edições do evento. “Os colegas do TJMA estão de parabéns por representar tão bem o nosso Estado, o que nos serve de inspiração para também inscrever trabalhos no XIV Conbrascom”, finalizou.

Trabalhos desenvolvidos no âmbito das assessorias de comunicação concorreram ao XV Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça. O prêmio reconhece os melhores trabalhos realizados pelas assessorias de comunicação de todos os órgãos ligados à Justiça do país. Ao todo, são 14 categorias. A Comissão Julgadora é formada por 27 profissionais de diferentes áreas da Comunicação e de diversas regiões do Brasil. Os finalistas, também, ao “Grande Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça”, concedido ao trabalho melhor avaliado, em processo de julgamento que reúne notas do júri técnico e do júri popular.
O Maranhão concorreu em duas categorias: Inovação e Artigo Acadêmico. Na categoria Inovação o Projeto Juridiquês do TJMA sagrou-se finalista. Na categoria Artigo acadêmico, os escolhidos foram os artigos de Hugo Cardim Pinheiro (Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região) e o de Luiz Fernando de Souza Coelho (Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão).
O resultado final conferiu dois prêmios ao Maranhão:
- Inovação
1º Lugar – Projeto: Justina – “a vida de uma trabalhadora como você”
Instituição: Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região
2º Lugar – Projeto: Campanha “Juiz de Direito: Cidadão e Servidor”
Instituição: Associação Alagoana de Magistrados – ALMAGIS
3º Lugar – Projeto: Juridiquês
Instituição: Tribunal de Justiça do Maranhão

Artigo Acadêmico
1º Lugar – Autor: Hugo Cardim Pinheiro
Instituição: Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região
2º Lugar – Autor: Luiz Fernando De Souza Coelho
Instituição: Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão


Assista os vídeos dos cases finalistas do XV Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça, disponíveis no Youtube do FNCJ
13 - Relacionamento com a mídia

12 - Inovação

11 - Vídeo Institucional

10 - Comunicação de Interesse Público

09 - Comunicação Interna

08 - Programas de TV

07 - Reportagem de TV

06 - Reportagem Escrita

05 - Fotografia

04 - Publicação Especial

03 - Mídia Radiofônica

02 - Mídia Digital

01 - Mídia Impressa

Nenhum comentário:

Postar um comentário