Compatilhar

domingo, 13 de agosto de 2017

COREIA DO NORTE: Entenda como tudo começou e Por que os EUA não atacam de uma vez?

A história da Coreia do Norte começa quando acaba a Segunda Guerra Mundial, em 1945. Neste ano os japoneses foram expulsos da península coreana pela guerrilha liderada por Kim Il Sung e forças soviéticas e dos EUA ocuparam a área.

Os soviéticos estabeleceram-se ao norte do paralelo 38 e os EUA ao sul. Formaram-se dois países divididos que reclamavam o direito sobre toda a península, cada um proclamando ser o legítimo representante do povo coreano. O paralelo 38 é uma linha paralela localizado a 38 graus norte do plano equatorial da Terra, que divide as duas coreias.

A paz se mantinha fragilmente e em 25 de junho de 1950 a Coreia do Norte tentou a unificação do país avançando rumo à chamada Coreia do Sul, dominada por tropas americanas e deu início a uma grande guerra, envolvendo China e União Soviética de um lado e osEstados Unidos do outro. Em 27 de julho de 1953 foi assinado um armistício entre o comandante do exército norte-coreano e um representante da ONU, criando uma zona desmilitarizada entre os dois países.

Um regime de partido único tal qual o soviético foi implantado no país e tem sido assim até hoje. A Coreia do Norte apresentava bons índices de desenvolvimento econômico e industrial durante todo o terceiro quarto do século XX, graças à ajuda da URSS e ao cenário econômico mundial, mas a partir da crise do petróleo que surgiu nos anos 1970 o país parou de crescer. 

Hoje depende freqüentemente de ajuda humanitária e apresentou, em 1995, um IDH com o Coeficiente de Gini no valor de 0.766, similar ao da China nos dias atuais, e superior ao IDH do Brasil na época. Mas o país, que passa por crises sociais graves busca acordos multilaterais para se re-erguer.

Em 1994 morreu Kim Il-sung, que governara o país desde 1948. Seu filho, Kim Jong-il, assumiu o comando do partido dos trabalhadores norte-coreano em 1997, e seguindo a linha do pai, opõe-se à abertura econômica do país, inflando gastos com o setor militar, possivelmente para barganhar algo dos inimigos políticos.

Em dezembro de 2011, Kim Jong-il morreu de ataque cardíaco em um trem e, desde este incidente, seu filho mais novo Kim Jong-un foi indicado ao cargo logo após a morte de seu pai e, em 2012, se tornou o comandante do Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte e, por consequência, presidente do país.

Fonte: pt.wikipedia.org

Por que os EUA não atacam a Coreia do Norte de uma vez?

Nenhum comentário:

Postar um comentário